Prever PIB vai ser igual prever câmbio, diz secretário de Política Econômica

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou nesta quarta-feira, 25, que o setor público “não tem tanta liberdade” para ficar revisando projeções de Produto Interno Bruto (PIB) com a mesma frequência dos analistas do mercado financeiro, porque as estimativas do governo são usadas como referência para o Orçamento. A atual projeção do governo para o PIB de 2020 é de expansão de 0,02%.

Sachsida, no entanto, que participou de conferência promovida pela Necton Investimentos, ressaltou que a incerteza resultante da crise do coronavírus dificultou a realização de estimativas para o desempenho da economia.

“Prever o PIB em 2020 será como prever o câmbio”, brincou o secretário, em referência à dificuldade que historicamente os economistas têm para acertar o nível do câmbio.

O secretário comentou ainda possíveis medidas para o sistema financeiro.

Ele ressaltou que o Banco Central (BC) tem cuidado bem disso, mas disse que a Secretária de Política Econômica tem uma área para o mercado financeiro na qual algumas medidas podem ser trabalhadas. “Temos entraves para fundos de pensão, seguradoras e mercados de capitais que podem ser melhorados”, afirmou.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email