Publicidade
Publicidade
Publicidade

Presidente do BC fala em criação de grupo para regras de mercado de carbono

Data da publicação

Categoria

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Categoria

Data da publicação

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que será criado um grupo para elaborar regras para o desenvolvimento do mercado de carbono no Brasil. “O que temos em termos de próximos capítulos é estudar uma taxonomia para o Brasil, é muito importante. E também queremos fazer um grupo para começar a pensar quais são as regras que vamos desenhar para que o mercado de carbono se desenvolva”, afirmou. Campos Neto, participante do Congresso “Mercado Global de Carbono”, realizado pelo Banco do Brasil e Petrobras.

Em sua fala, Campos Neto defendeu ainda soluções de mercado para a segurança alimentar e energética do mundo, respeitando questões como preço e alocação de recursos de forma eficiente. “Vejo muitas medidas hoje sendo tomadas com o objetivo de atingir segurança energética e alimentar e vários governos estão fazendo medidas isoladas com pouca coordenação e com pouca lógica de mercado”, afirmou.

O presidente da autoridade monetária disse que o BC está ciente da crescente preocupação com a agenda climática e que isso está ligado à política monetária e à estabilidade financeira. “Choques climáticos têm impactos negativos”, observou. “Passamos a incluir cenário de risco climático em testes de estresse de curto prazo”.

Também presente no evento, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, informou que ele e o ministro da Economia, Paulo Guedes, criaram nesta quarta-feira o mercado regulado de mercado de carbono no Brasil. “O decreto (de mercado de carbono) deve ser publicado hoje durante o dia”, disse, acrescentando que serão lançados instrumentos que “monetizem” o mercado de carbono.

Para Leite, o Brasil tem vocação para geração de créditos de alta qualidade e adiantou que o governo está realizando uma taxonomia com critérios rígidos para o mercado doméstico em parceria com o setor privado. “Ambientalistas de plantão nunca aceitaram um parceria com o setor privado. Este governo está fazendo história com essa regulação tão necessária para projetos verdes em linha com o futuro neutro de emissões.”

Autor

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.