Presidente da Petrobras rebate críticas e diz que preço do diesel é o de mercado

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Cosan
O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, rebateu as críticas de que a empresa está segurando o preço do diesel para favorecer os caminhoneiros, que têm o combustível como um dos seus principais custos. A empresa levou quase um mês para reajustar o produto, num momento de alta do petróleo, insumo do combustível.

“Somos cautelosos. Não vamos jogar (o preço do diesel) para cima ou para baixo no meio da volatilidade”, disse o executivo, em evento promovido pelo Credit Suisse.

Ele acrescentou ainda que o preço do diesel no Brasil “não é caro nem barato, é o preço de mercado” e que a empresa não está perdendo dinheiro ao levar um período maior para reajustá-lo.

A empresa reviu os valores da gasolina e do gás liquefeito de petróleo (GLP) num prazo menor e em porcentuais maiores do que o diesel.

Esse tem sido um dos focos da crítica à empresa e acusação de interferência política em suas decisões.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos