Publicidade
Publicidade
Publicidade

Petrobras (PETR3) – Produção em 2021 e meta de 2022

Data da publicação

Categoria

O portal Acionista.com.br aproxima investidores, informações e investimentos com conteúdos atualizados diariamente sobre o mercado financeiro e as companhias abertas nos diferentes meios digitais – website e redes sociais.

Categoria

Data da publicação

A Petrobras confirmou o atingimento das suas metas de produção para o ano de 2021. O alcance desse resultado demonstra o compromisso da Petrobras com o cumprimento das suas metas que vêm sendo alcançadas com a manutenção do foco de atuação nas suas atividades em ativos em águas profundas e ultraprofundas.

Os destaques de 2021 foram: (i) o início de produção do FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos; (ii) a produção própria no pré-sal, que totalizou 1,95 MMboed em 2021, representando 70% da produção total da Petrobras; (iii) a assinatura e início da vigência do acordo de coparticipação do campo de Búzios, que regula a coexistência do Contrato de Cessão Onerosa e do Contrato de Partilha de Produção do Excedente da Cessão Onerosa para o campo; e (iv) a conclusão da venda da totalidade de sua participação nos campos marítimos de Frade, na Bacia de Campos, e Lapa, no pré-sal da Bacia de Santos, dos Polos terrestres Rio Ventura, Miranga e Remanso, na Estado da Bahia, e Cricaré, no Estado do Espírito Santo, além dos campos terrestres de Dó-Ré-Mi e Rabo Branco, no Estado de Sergipe.

Revisão da meta de produção de 2022 visando refletir o efeito do resultado da 2ª Rodada de Licitações do Excedente da Cessão Onerosa no Regime de Partilha de Produção

Com o início da vigência do Regime de Partilha de Produção em Atapu e Sépia, previsto para o início de maio de 2022, as participações da companhia nas jazidas compartilhadas, incluindo as parcelas do Contrato de Cessão Onerosa e dos Contratos de Concessão, passa a ser de 65,69% em Atapu e de 55,30% em Sépia.

• O início da partilha de produção dos FPSOs P-70 e Carioca, em operação nos campos de Atapu e Sépia, respectivamente, impactará a meta de produção da Petrobras divulgada no Plano Estratégico de 2022- 26. No ano de 2022, teremos uma redução no valor de 70 Mboed para a produção total de óleo e gás, e a alteração da faixa de 2,7 MMboed para 2,6 MMboed (+ou- 4%). A produção de óleo e produção comercial tiveram um impacto de cerca de 60 Mboed, mas permaneceram com as mesmas faixas, respectivamente, 2,1 MMbpd e 2,3 MMboed (+ou- 4%);

• Para o período de 2023 a 2026, o impacto médio estimado para a produção é uma redução de 0,1 MMboed. Para Atapu, a Petrobras receberá a compensação antes do gross up, no valor de US$ 1,5 bilhão, até 15 de abril de 2022. No caso de Sépia, o montante é de US$ 2,2 bilhões e a data de recebimento ainda está em negociação com o consórcio da partilha;

• Já a parcela do bônus devido pela Petrobras para os dois campos, no valor de R$ 4,2 bilhões, deverá ser paga no 1T22. Com relação aos investimentos de 2022, está mantida a previsão de US$ 11 bilhões. Ao longo deste ano, serão discutidos com os parceiros e PPSA os Planos de Desenvolvimento para a produção dos volumes excedentes em Atapu e Sépia, que devem incluir a implantação de um novo sistema de produção em cada campo. Esses ajustes serão refletidos e divulgados no Plano Estratégico 2023-27.

A ação PETR3 cotada a R$ 31,45 (valor de mercado de R$ 410,2 bilhões), registra alta de 10,5% este ano. A Planner tem recomendação de COMPRA com preço justo de R$ 35,00/ação, que aponta para uma valorização potencial de 11,3%.

Autor

O portal Acionista.com.br aproxima investidores, informações e investimentos com conteúdos atualizados diariamente sobre o mercado financeiro e as companhias abertas nos diferentes meios digitais – website e redes sociais.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.