PETROBRAS (PETR4) conseguiu reduzir suas perdas com furtos de combustíveis

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Após lançar o Programa Integrado de Proteção de Dutos (Pró-Dutos) em junho de 2019, a Petrobras observou uma diminuição de 31% nas perdas de óleo bruto e derivados por furtos nos dutos da companhia em 2019.

A estatal ainda afirmou que segue buscando diminuir suas perdas de volume que ocorreram ao longo de 2020.

No primeiro semestre, já tiveram uma redução de mais de 30% na média mensal de perdas em relação a 2019.

Ao todo, 7,4 milhões de litros deixaram de ser perdidos em razão dos crimes, no ano passado

O número de ocorrências de furtos tem se mantido elevado nos dutos da Transpetro, subsidiária da Petrobras que opera a infraestrutura, embora tenha havido uma queda de 22% entre 2018 e 2019 nos casos, de 261 para
203.

Em 2020, o número acumulado até maio é de 101 ocorrências e o objetivo da Petrobras é conseguir reduzir em 75% a incidência desse crime até o fim de 2021 e ainda eliminar as derivações clandestinas brevemente, por
meio de ações integradas com Estados e governo federal.

Impacto: Positivo. A companhia acaba perdendo um significativo volume de combustível com furtos. Sua tendência agora, depois de ter implementado o Programa Integrado de Proteção dos Dutos, é seguir diminuindo estas perdas. No primeiro semestre, já tiveram redução de mais de 30% da média mensal comparado a 2019.

Mais: A Petrobras anunciou um aumento de 10% no preço médio da gasolina, válido desde terça-feira (09/06), em suas refinarias. Este é o quinto reajuste seguido feito pela companhia, para o derivado, em um mês. Desde o início do mês de maio, a estatal já elevou o preço do combustível em 59,4%, embora os preços ainda se mantenham em baixa no acumulado do ano. Esta alta recente começou a chegar para o consumidor final nas últimas duas semanas, mas de forma menos intensa.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos