Parlamentares criticam valor do salário mínimo proposto pelo governo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Nas redes sociais, parlamentares de oposição se manifestaram contrários ao valor do salário mínimo proposto pelo governo federal para 2021. A cifra de R$ 1.067 foi anunciada nesta segunda-feira (31) pelo Executivo através da apresentação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLOA) para o próximo ano.

“O governo Bolsonaro, inimigo do povo, enviou ao Congresso o projeto de lei orçamentária com salário mínimo de R$ 1.067. Isso significa que Bolsonaro não dará aumento real para o salário mínimo em 2021, prejudicando milhões de trabalhadores e aposentados”, publicou o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) em sua conta no Twitter.

Na mesma rede social, o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) também destacou a decisão do governo federal de conceder reajuste somente com base na inflação. “Mais um absurdo de Bolsonaro: pelo segundo ano seguido, ele envia ao Congresso Nacional uma proposta de salário mínimo sem aumento real”, disse o parlamentar.

O deputado federal Gil Cutrim (PDT-MA) reforçou as críticas ao valor apresentado. “O governo propôs salário mínimo de R$ 1.067, sem reajuste acima da inflação, em um Brasil que castiga quem vive com o mínimo. É triste ter que lutar contra essas propostas, quando a gente deveria estar lutando para dar mais oportunidade para o nosso povo”, afirmou o parlamentar em publicação no Twitter.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também