P.ACUCAR-CBD (PCAR4) investe em marketplace e deve oferecer carteira digital

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

O Grupo Pão de Açúcar, que detém as redes Pão de Açúcar, Assaí e Extra, vai impulsionar investimentos na área digital. Boa parte das ações deve ocorrer em 2021.

O movimento ocorre em meio a antecipação de futuras ameaças, já que grandes líderes no varejo on-line – B2W, Magazine Luiza, Amazon e Mercado Livre – avançam sobre as vendas dos supermercados após a pandemia.

A empresa também afirmou ontem, em evento, que começará a oferecer serviços logísticos para os vendedores de seu marketplace (shopping on-line) no primeiro trimestre de 2021, e também vai lançar a sua carteira digital, ainda sem data, informou Jorge Faiçal, presidente do braço de varejo do grupo.

O GPA também estuda a monetização de dados para ações de mídia com lojistas em sua plataforma digital. Para cada vendedor hospedado na plataforma, poderá ter ações de marketing específicas, que se cruzarão com o perfil de cada consumidor que acessa o site.

Impacto: Positivo. A companhia, visando não perder oportunidades no meio digital para grandes líderes do varejo; está investindo na área digital e prol de criar um marketplace e ainda uma carteira digital. As soluções melhorariam a experiência de compra de seus clientes.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email