EZTEC (EZTC3) – Prévia do 2T20 sem lançamentos realizados, reflexo da pandemia

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

BTG

Por causa da pandemia da covid-19, a construtora Eztec não realizou novos lançamentos de empreendimentos no segundo trimestre de 2020. De acordo com a companhia, o período foi de “adaptação às circunstâncias impostas pela pandemia”. No mesmo período de 2019, os lançamentos haviam somado R$ 313 milhões em valor geral de vendas (VGV). No primeiro trimestre deste ano, chegaram a R$ 564 milhões.

Os efeitos da pandemia do Covid-19 nas vendas foram sentidos em seu ponto mais crítico no mês de abril, com vendas brutas de R$ 21 milhões. Em maio foram R$ 32 milhões de vendas. Em junho teve uma aceleração notável, tendo atingido R$ 94 milhões em vendas brutas.

A falta de lançamentos no período levou a Companhia a depender predominantemente da comercialização de unidades prontas e em lançamentos de trimestres anteriores. No cálculo ex-lançamentos, as vendas líquidas registradas no mês de junho superam em 51% a média mensal do 4T19, ficando somente 5% abaixo da média mensal do 1T20.

Vendas liquidas – No 2T20, as vendas líquidas caíram 66,9% em um ano, para R$ 123 milhões. Em relação ao trimestre anterior, quando as vendas foram de R$ 457 milhões, a baixa foi de 73,1%. As vendas brutas foram de R$ 146 milhões, e os distratos registrados chegaram a R$ 23 milhões. As vendas foram predominantemente de unidades prontas e de projetos lançados nos trimestres anteriores.

A ação EZTC3 encerrou cotada a R$ 40,47 com queda de 21,3% no ano.

GUIDE INVESTIMENTOS: EZTEC (EZTC3) divulga prévia operacional do 2T20

A Eztec não realizou lançamentos durante o 2T20. A decisão decorreu dos impactos do coronavírus na economia.

As vendas líquidas caíram 66,9% na comparação anual, atingindo R$ 123 milhões.

Segundo a empresa, o mês mais crítico para as vendas foi em abril, quando vendeu R$ 21 milhões, com crescimento em maio e aceleração em junho.

Impacto: Neutro. A prévia operacional da Eztec demonstra clara redução de ritmo no trimestre, mas com aceleração robusta em junho, o que pode corroborar com a tese de retomada do setor imobiliário no segundo semestre de 2020.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos