País é o 25º em ranking do PIB do 3º trimestre

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O Brasil ficou em 25.º lugar em um ranking de 51 países medidos pelo desempenho dos seus PIBs no terceiro trimestre, segundo a agência de classificação de risco Austin Rating. Com crescimento de 7,7%, o Brasil está na 25ª posição, logo atrás de Polônia (+7,9%), Filipinas (+8,0%), Israel (+8,4%), Alemanha e Ucrânia (ambas com crescimento de 8,5%).

Os Estados Unidos aparecem duas posições atrás do Brasil, no 27º lugar, com uma alta de 7,4%. Na América do Sul a Colômbia aparece em melhor colocação, no 19º lugar, com crescimento de 8,7% do PIB do terceiro trimestre.

Os três primeiros lugares do levantamento são ocupados por Tunísia (19,8%), França (18,7%) e Malásia (18,2%). Em seguida vêm Espanha (+16,7%) e Itália (+15,9%) fortemente atingidas pela covid-19 no início do ano e depois por uma segunda onda da doença. Já a lanterna do ranking vem ocupada por Arábia Saudita (1,2%) e Coreia do Sul (2,1%).

A China aparece no 48º lugar no ranking, com um crescimento de apenas 2,7% no trimestre. O crescimento da economia brasileira ficou abaixo da média geral do ranking, de alta de 8,4%, mas bem acima da média dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), de crescimento de 5,2%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos