NEOENERGIA (NEOE3) – Compartilhamento de garantias para a 1ª emissão de debêntures da NESA

O Conselho de Administração aprovou a outorga de penhor sobre 1,4 bilhão de ações da Belo Monte Participações (100% do capital) de titularidade da Neoenergia e da Neoenergia Investimentos; e consequentemente, sobre 1,4 bilhão de ações de emissão da Norte Energia S.A. (NESA), representativas de 10% do capital social da NESA de titularidade da Belo Monte Participações.

• A outorga de penhor garante a primeira emissão de debêntures da NESA, no valor de até R$ 700,0 milhões, reforçando o caixa e a liquidez nesse momento de crise gerada pela pandemia;

• Ao preço de R$ 13,67/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 19,9 bilhões, a ação NEOE3 registra queda de 33,7% este ano. O preço justo de R$ 25,00/ação ponta para um potencial de alta de 52,7%.

Lembrando que a Neoenergia registrou no 1T20 um lucro líquido de R$ 577 milhões (+17%); reflexo de um melhor resultado operacional (EBITDA de R$ 1,5 bilhão) que compensou a piora do resultado financeiro. A Receita Operacional Líquida caiu 2% entre os trimestres comparáveis somando R$ 6,8 bilhões, principalmente pela estabilidade da energia total distribuída.

Ao final de mar/20 a dívida líquida da Neoenergia era de R$ 17,6 bilhões representativa de 3,0x o EBITDA, mostrando uma alavancagem estável em relação ao 4T19, mesmo com o incremento de 4% da dívida bruta, em base trimestral.

Confira os principais destaques das empresas

A principal referência do mercado financeiro.

Aqui no Acionista você tem a oportunidade de ler, comparar e decidir.

Trabalhamos em prol do investidor, aproximando em apenas um local diversas opiniões, sugestões e expectativas para o mercado.

CONHEÇA AS NOSSAS ASSINATURAS

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Leia também