Setor Imobiliário: Compras e vendas de imóveis cresce no mês de julho

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

As operações de compra e venda de imóveis no Rio de Janeiro no mês de julho cresceram 20,5%, comparado a junho, atingindo 3.632.

São Paulo contou com um crescimento de 6,8% das operações, para 10.474 transações.

Os dados levantados, fazem parte da análise do Registro de Imóveis do Brasil e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na comparação ano contra ano, houve uma diminuição de 15,9%, no Rio de Janeiro, e alta de 4,4% em São Paulo.

Entre janeiro e julho de 2020, a retração acumulada pelo Rio de Janeiro é de 16,7% e por São Paulo, de 5,4%.

Impacto: Positivo. O setor de imóveis foi fortemente impactado pela crise de coronavírus. O isolamento social acabou prejudicando uma série de setores, e consequentemente de trabalhadores, o que acabou por desencadear uma crise financeira, onde poucos acabaram optando por comprar imóveis. A baixa demanda, no entanto, vem perdendo força com a reabertura gradual das economias, que vem promovendo maior otimismo quanto a procura por imóveis. O fato é comprovado pelo levantamento da Fipe.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também