Publicidade

Nubank oficializa pedido de IPO nos Estados Unidos; saiba o que acontece agora

Data da publicação

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Data da publicação

Nubank contrata bancos para liderar IPO de US$ 40 bilhões na bolsa de valores dos EUA

O Nubank está caminhando a passos largos em direção a sua estreia na Bolsa de Valores dos Estados Unidos. Isso porque o Nu Holdings, controladora da fintech, protocolou o pedido de oferta pública inicial (IPO) na Securities and Exchange Commission (SEC).

Além disso, o banco digital fez o pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para o registro de BDRs na B3 e oferta de distribuição.

“O protocolo se insere no contexto da oferta pública global projetada pela Companhia, que inclui o protocolo, também já realizado, da minuta do formulário F-1 (Form F-1) da Companhia perante a U.S. Securities and Exchange Commission (“SEC”), também em bases confidenciais, com relação à oferta pública de ações ordinárias classe A de emissão da Companhia, a ser realizada nessa jurisdição”, informou o Nubank.

Nubank entre as 100 maiores

Em resumo, com a oferta pública inicial nos Estados Unidos, o Nubank almeja conquistar US$ 100 bilhões em valor de mercado. Portanto, caso alcance, a fintech ficará entre as 100 maiores norte-americanas.

Por consequência, ultrapassando empresas como o Airbnb (AIRB34), que também estreou na Nasdaq com este valor de mercado. Além disso, deve solidificar sua posição como um dos maiores bancos digitais do mundo.

Especulações sobre IPO

De acordo com especulações, executivos do banco digital solicitaram uma avaliação de até US$ 100 bilhões. Em contrapartida, outras fontes acreditam que seja improvável o Nubank atingir este valor na oferta pública inicial. Portanto, até então, a instituição ainda não comentou sobre a avaliação aguardada.

Em suma, a oferta pública inicial da fintech está prevista para acontecer no final de novembro, com previsão de arrecadação entre US$ 50 bilhões e US$ 70 bilhões.

Nubank contrata bancos para liderar IPO de US$ 40 bilhões na bolsa de valores dos EUA
Logotipo Nubank

Lucro de R$ 76 milhões

O primeiro lucro registrado pelo Nubank foi de R$ 76 milhões no primeiro semestre de 2021. Vale lembrar que a quantia é inferior ao que o banco digital já tomou de prejuízo. Só em 2019 e 2020, foram R$ 542 milhões no negativo.

Mesmo assim, a conquista do primeiro lucro é significativa para o banco digital e uma ótima notícia para os investidores, uma vez que o roxinho logo mais estreará sua oferta pública inicial (IPO) na bolsa de valores norte-americana.

Em suma, o valor adquirido de lucro não será distribuído aos investidores. De acordo com o Nubank, o dinheiro deve ser reaplicado na instituição como forma de investimento. Com isso, melhorando alguns produtos e serviços.


PARE DE SE CADASTRAR EM CADA CANTO

A transparência para as suas decisões de investimentos.

Encontre relatórios de instituições concorrentes, compare entre as sugestões e deixe de ter que se cadastrar em cada canto da internet para receber suas notificações preferidas.

Conheça o Clube Acionista, a plataforma que reúne recomendações de mais de 60 especialistas de mercado em um só lugar. A facilidade de não precisar sair procurando por boa informação em diferentes canais.

Publicidade

O CADASTRO É TOTALMENTE GRATUITO. APROVEITE!

Autor

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade
Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.