O livro que traz histórias de personalidades da economia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
O economista Roberto Teixeira da Costa, conhecido pela sua trajetória no mercado de capitais, decidiu reunir, a histórias de personalidades da economia, em um livro, dezenas de artigos e crônicas publicados ao longo de seus 85 anos em diferentes jornais e revistas. O livro Um Construtor de Pontes – O Legado e os Segredos de um Embaixador Empresarial traz histórias sobre grandes nomes da economia, como Jorge Paulo Lemann, Roberto Campos e Walther Moreira Salles.

Personalidades da Economia

Teixeira da Costa foi o primeiro presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Dentre outras funções, foi conselheiro do Estadão por 25 anos, ocupou o cargo de vice-presidente do banco SulAmérica e fundou o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), onde é conselheiro até hoje.

O quinto livro do economista segue uma linha diferente dos anteriores. “É um livro leve, gostoso de ler”, avalia o autor. Escrito em parceria com o jornalista Antônio Seidl, que fez a curadoria dos textos que compõem o livro, a obra mistura a história de vida de Roberto com a história da Economia brasileira dos últimos 60 anos.

No segundo capítulo, intitulado “Meus Amigos Imortais”, o autor fala sobre personalidades importantes do mercado econômico brasileiro que passaram por sua vida e ficaram. Ele conta histórias de ex-ministros da Fazenda, diplomatas e grandes empresários brasileiros com o olhar de amigo. “As relações pessoais são parte fundamental da minha vida”, disse, em entrevista ao Estadão.

O quinto e último capítulo traz as percepções de Teixeira da Costa sobre o mundo. A partir de 1980, ele passou a se dedicar à área de relações internacionais e fundou o Conselho Empresarial da América Latina (Ceal).

Com a pandemia, ele percebe que a relação entre os países e tende a mudar, assim como a relação entre indivíduos de uma mesma nação. “A sociedade percebeu que vivemos um sistema de desigualdade social brutal. Não precisa ser socialista ou comunista para ter noção de que é preciso mudar essa situação. Como fazer a economia crescer sem distribuir renda?”, comenta.

O livro pode ajudar a entender o passado da economia brasileira para preparar o futuro pós-pandemia, mas Roberto faz um alerta. “Gastamos muito tempo com o passado. O passado é referencial, mas temos de nos preocupar com o presente”.

E, no presente, o economista afirma que não estamos dando a real importância à pandemia. “Estamos vivendo uma guerra e ainda não percebemos.” Ele lembra que o Brasil está quase atingindo a marca de 100 mil mortos pela covid-19. “Estamos buscando remédios tradicionais para situações excepcionais. Temos que ter um comportamento de guerra. Não podemos tratar a vida humana como se fosse estatística”.

Em seu próximo livro, que já está sendo produzido, Roberto vai falar sobre as relações internacionais e terá um olhar especial para as consequências da pandemia sobre o assunto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 


Deseja aproveitar as últimas oportunidades da Amazon?

Confira a seleção com as melhores ofertas e SUPER DESCONTOS entre os produtos eletrônicos da loja:

SUPER OFERTAS


ENTENDA MAIS SOBRE INVESTIMENTOS

Venha conhecer o Clube Acionista, a plataforma que reúne conteúdos exclusivos para ajudar quem quer entender melhor sobre o mundo dos investimentos. Trilhas educativas para você tirar as principais dúvidas e descobrir como potencializar seus rendimentos. O cadastro é totalmente gratuito. Aproveite!

Você também pode entender mais sobre o mercado com os conteúdos diários do Portal Acionista.

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

"O Estado de S. Paulo" é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez "A Província de S. Paulo" - seu nome original.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.