PETROBRAS (PETR4) – Negociações para a venda do Polo de Urucu

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Necton

Segundo a imprensa, a empresa receberá novas propostas vinculantes para a venda do Polo Urucu. No dia 4/dezembro/2020, a Petrobras informou que a Eneva teria oferecido valores próximos de US$ 600 bilhões por este ativo e a oferta da 3R Petroleum Óleo e Gás S/A seria de US$ 1 bilhão.

As informações da imprensa indicam que o principal problema na negociação são os custos de transporte do gás; que é realizado pela Transportadora Associada de Gás (TAG) e o preço pago pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) pelo produto.

Uma eventual entrada de novos competidores pelo Polo de Urucu seria uma notícia positiva para Petrobras, podendo elevar o preço a ser pago pelo ativo.

O início do processo de desinvestimentos no Polo Urucu foi iniciado em julho de 2020 e passou para a fase vinculante em agosto. Este polo compreende sete concessões de produção (Araracanga, Arara Azul, Carapanaúba, Cupiúba, Leste do Urucu, Rio Urucu, Sudoeste Urucu), nos municípios de Tefé e Coari no estado do Amazonas. No 1T20, a produção média foi de 106.353 barris de óleo equivalente; sendo 16,5 mil barris de óleo e condensado, 14,3 milhões de m³/d de gás e 1,13 mil toneladas de GLP.

Nos últimos doze meses, as ações preferenciais da Petrobras caíram 1,8%, enquanto o Ibovespa teve uma valorização de 5,0%. A cotação de PETR4 no último pregão (R$ 29,45) estava 7,3% abaixo da máxima alcançada em doze meses e 171,4% acima da mínima deste período.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos