No radar: varejo é um dos destaques do dia, veja os outros

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Entre várias Casas que compartilham seus boletins exclusivamente para os nossos assinantes, confira algumas empresas que estão no radar e chamando a atenção do mercado.

ELETROBRAS (ELET3 ELET6):

Acionistas da Eletrobras discutirão, na 177ª Assembleia Geral Extraordinária da estatal, em 17 de fevereiro, o aumento do capital social da empresa em R$ 7.751.940.082,78, além de uma reforma no artigo 7º do Estatuto Social da empresa para refletir a mudança. O aumento será feito mediante a emissão de 201.792.299 de novas ações ordinárias e de 14.504.511 novos papéis preferenciais de classe B. O aumento de capital foi deliberado em AGE realizada em 14 de novembro do ano passado.

INTERMÉDICA (GNDI3):

Cade e ANS aprovaram sem restrições a compra do Grupo Clinipam pelo Hospital Intermédica Jacarepaguá, controlado pela Notre Dame Intermédica. A empresa informa que vai tomar as providências para concluir a operação nas próximas semanas. O contrato para a compra da Clinipam foi estabelecido no início de novembro de 2019, e a aquisição tem valor total de R$ 2,6 bilhões. Fazem parte do Grupo Clinipam a Clinipam – Clínica Paranaense de Assistência Médica, o Centro de Diagnóstico Bom Jesus, a Gralha Azul Administração e Participação, o Hospital Ônix Mateus Leme, a Odontopam Assistência Médica Odontológica Integrada e o Ônix Centro Médico.

VAREJO (ICON):

A Black Friday impulsionou as vendas do comércio varejista brasileiro em novembro, mas o desempenho ficou aquém das expectativas de analistas do mercado financeiro, que esperavam mais.

A decepção conteve o otimismo com o ritmo de recuperação da atividade econômica em 2020, diminuindo as chances de um crescimento no Produto Interno Bruto (PIB) muito além de 2,5%, apontaram alguns economistas.

O mercado financeiro repercutiu a fraqueza do desempenho do varejo. Na contramão de outras moedas emergentes, o dólar subiu 1,30% e fechou cotado a R$ 4,18, maior valor desde 5 de dezembro de 2019. O Ibovespa, principal indicador de Bolsa paulista, caiu 1,04%.

PÃO DE AÇÚCAR (PCAR4):

Dados divulgados antes da abertura do pregão anterior mostraram que o Grupo Pão de Açúcar (GPA) teve alta de 14,7% na receita bruta em 2019, totalizando R$ 61,5 bilhões.

O resultado foi puxado pelo desempenho da bandeira de atacarejo Assaí e pela inclusão no balanço dos resultados do Grupo Êxito, na Colômbia.

O Êxito foi incorporado à estrutura do GPA no fim de novembro, em uma tentativa do grupo francês Casino de simplificar sua estrutura acionária. Consideradas as lojas abertas há mais de um ano – que exclui os efeitos das inaugurações -, o Assaí teve avanço de 4,3% nas vendas no quarto trimestre em 2019. No mesmo período, o Pão de Açúcar registrou queda de 0,3% no indicador, enquanto o Extra Hiper teve baixa de 4,8%. Já o Extra Super teve crescimento de 3,3%.

Fontes: Boletim Genial Investimentos – Reuters; Folha de S. Paulo; Valor Econômico; Bloomberg; O Globo; Money Times; Broadcast.

O que esperar para o mercado hoje?

Onde os analistas estão sugerindo investir?

Quais os papéis comprar? Com o que ganhar dinheiro? Como se defender?

Tudo isso com foco no mercado as chance de investir da melhor forma possível cresce muito!

CONHEÇA AS NOSSAS ASSINATURAS

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.