ELETROBRAS (ELET3, ELET6) – Moody’s elevou o rating da companhia em 1 nível, de “Ba3” para “Ba2”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A agência de classificação de risco Moody’s elevou o rating da Eletrobras em 1 nível, de “Ba3” para “Ba2”. Simultaneamente, a agência também aumentou em 1 nível a avaliação de crédito básica da empresa (BCA) de “b1” para “Ba3”. A perspectiva para todos os ratings foi alterada de positiva para estável.

Pontos destacados pela Moody’s:

• A atualização do BCA da Eletrobras para “Ba3” reflete a melhoria do perfil de crédito da empresa após suas iniciativas de redução de custos e reestruturação de negócios implementadas desde 2016;

• Os ratings consideram uma maior visibilidade da estratégia de investimento da empresa, conforme destacado em seu plano de negócios de longo prazo divulgado em agosto, com o compromisso da administração com uma abordagem de disciplina financeira;

• A atualização também incorpora melhorias na posição de liquidez da empresa, decorrentes da conclusão de iniciativas de gestão de passivos que alongaram o perfil de vencimento da dívida.

A revisão reflete a melhoria no perfil de crédito e a disciplina financeira. A ação ELET3 cotada a R$ 33,38/ação registra alta de 1,8% este ano. Já a ELET6 ao preço de R$ 34,35/ação apresenta queda de 6,0% no mesmo período. O desempenho em 2020 se compara a queda de 13,8% do Ibovespa e à desvalorização de 6,5% do IEE.

GUIDE INVESTIMENTOS: ELETROBRAS (ELET3, ELET6) tem rating elevado pela Moody’s

A Eletrobras teve seu rating elevado pela Moody’s, agência de classificação de riscos. Este foi de “Ba3” para “Ba2”.

A agência ainda aumentou a avaliação de crédito básica da empresa (BCA), que foi de “b1” para “Ba3”.

Por fim, a perspectiva para todos os ratings foi alterada de positiva para estável.

Impacto: Positivo. Com o recente noticiário político, o investidor que antes possuía grande otimismo quanto à privatização da Eletrobras, agora fica um pouco mais cauteloso, já que muitos outros tópicos na agenda devem ser priorizados antes que o processo aconteça. Ainda, a alteração, feita pela Moody’s, elevou o rating da empresa, mas alterou a perspectiva de todos os ratings da companhia de positiva para estável.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.

Garanta acesso a todos os conteúdos sobre os Resultados Trimestrais!

UTILIZE O CUPOM:

3T20