Mesmo com desabamento de quase 70%, investidores permanecem investindo no Alaska Black

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

“Apesar do susto, grande parte dos investidores continuam nos fundos” diz Financista”

No início da pandemia por conta do novo coronavírus, alguns fundos de investimentos foram prejudicados. O Alaska Black, chegou a ter queda maior que 70% em 3 meses, o que preocupou milhares de cotistas, e abriu espaço para especulações acerca da quebra do fundo. O Fundo de Investimento em Ações (FIA) Alaska Black já foi um dos mais apreciados pelos investidores, isso porque já foi um dos fundos mais rentáveis do Brasil. Para entender a queda do patrimônio precisa-se entender os motivos por trás da queda: uma estratégia desastrosa envolvendo juros e dólar. O Alaska Black FIC FIA BDR Nível I está com a carteira de ações quase idêntica ao Alaska Black Institucional, que é fundo de ações.

O primeiro, além das ações, tem uma posição vendida em dólares vinculada às ações de empresas exportadoras que temos na carteira, a posição está entre 15% e 20% do patrimônio líquido do fundo. E de acordo com as falas do gestor do Alaska Black, Ney Miyamoto, em entrevista com Fabrizio Gueratto, Financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira, a confiança que os fundos irão retornar nos melhores momentos está entre todos. Entretanto, não se sabe ao certo quando o preço dos ativos vai refletir a qualidade deles.

Fabrizio afirma que apesar do susto, grande parte dos investidores continuam apostando nos fundos, e Ney relata que possuem um movimento geracional, pois os jovens estudam mais sobre renda variável que os investidores de outrora. Os mais experientes provavelmente não precisavam estudar porque por muito tempo o Brasil teve taxas de juros exorbitantes. Para sintetizar, é a combinação do maior conhecimento sobre renda variável com taxas de juros baixas. No caso da Alaska, tenho certeza que a transparência e o trabalho de educação financeira.

Sobre 1Bilhão Educação Financeira
O Canal 1Bilhão Educação Financeira leva educação financeira em uma linguagem simples, resumida e disruptiva, para que o investidor aprenda a acumular riquezas, preservar o poder de compra e aumentar a sua rentabilidade com investimentos com alta expectativa de retorno. Fundado pelo jornalista, escritor e palestrante Fabrizio Gueratto, eleito em 2018 com um dos mil paulistanos mais influentes e que atua a mais de 12 anos no mercado informações financeiras. O canal tem como o slogan “investimento não é cassino” e foca em desconstruir na cabeça do brasileiro a ideia de que é preciso acertar sempre o investimento da moda. O planejamento patrimonial de qualquer pessoa, independente da sua classe social deve começar ainda na infância e continuar até o final da vida. Além disso, o conteúdo também revela as pegadinhas que existem dentro do mercado financeiro e como desviar delas.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.