MANHÃ DO MERCADO: Luz no fim do túnel – Estados iniciam ou planejam reabertura

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Terra

CENÁRIO EXTERNO: MANHÃ DE RECUPERAÇÃO

Mercados… Mercados asiáticos encerraram sessões sem direção única. Na zona do euro, bolsas abriram as negociações em tom positivo após baixas desta 3ªf: o Stoxx 600, índice que abrange ativos de diversas regiões do bloco europeu, registra valorização de 1,0% até o momento. Em NY, índices futuros também ensaiam abertura favorável para ativos de risco americanos, com ganhos da ordem de 1,0%, enquanto o dólar (DXY) opera estável contra seus principais pares do G10. No plano das commodities, ativos se movimentam predominantemente em terreno positivo. Como destaque, o preço do petróleo (Brent Crude) avança 2,7%, negociado próximo dos US$ 19,60/barril.

Manhã de recuperação… Mercados globais iniciam o dia em tom de recuperação após quedas fortes desta 3ªf. Índices dão sequência à dinâmica de alta volatilidade, com investidores balanceando uma temporada de resultados levemente melhor do que o esperado e a votação de um novo pacote de estímulo à economia nos EUA contra as recentes quedas nos preços do petróleo. No pano de fundo, a descoberta de uma nova droga para o tratamento da Covid-19 em Israel ajudou a levantar ânimos – estudos em torno do tratamento com células PLX ainda estão sendo coordenados.

Barril em foco… Tanto o WTI quanto o óleo do tipo Brent apagaram parte das perdas no início da manhã, mas ambos continuam negociados a preços extremamente descontados, a US$ 11,60 e US$ 19,60 o barril, respectivamente. A magnitude e tempo de duração das quedas daqui para frente continuaram definindo o estrago que esta nova dinâmica terá sobre índices de ações e indústrias secundárias, além da pressão adicional sobre o mercado de crédito. Ontem, membros da OPEP + organizaram uma conferência extraordinária para discutir o assunto; mas, pelo que parece, não houve consenso sobre os próximos passos a serem tomados pelo grupo. Vamos acompanhar…

Novo pacote-auxílio deve ser aprovado amanhã… O Senado americano enviou à Casa dos Representantes (análoga à nossa Câmara dos Deputados) o novo pacote de alívio econômico de US$ 484 bilhões de dólares, documento que deve ser votado e aprovado nesta 5ªf. O documento prevê a liberação de US$ 320 bilhões que terão a finalidade de manter operações de pequenas empresas vivas, com foco principal no pagamento dos funcionários. Segundo estudo da Capital Economics; a taxa de desemprego americana se encontra próxima dos 17% – maior patamar desde a era da Grande Depressão – e estes novos gastos são direcionados para impedir novos estragos. Dentre os investimentos, US$ 75 bilhões serão direcionados a hospitais para a compra de equipamentos e a realização de testes em zonas rurais.

Agenda… Em dia de agenda morna de indicadores, os destaques ficam com o índice de confiança do consumidor preliminar de abril na zona do euro (11h); que deve apontar para uma leve melhora após forte queda em março; e os estoques brutos de petróleo nos EUA (11h30).

BRASIL: LUZ NO FIM DO TÚNEL – ESTADOS INICIAM OU PLANEJAM REABERTURA

Nove estados já afrouxaram medidas de quarentena… Segundo um levantamento da liderança do governo no Congresso Nacional, nove estados já afrouxaram as medidas de quarentena que visam restringir o alastramento da Covid-19. Na lista, constam os seguintes entes: Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Sergipe, Santa Catarina e Tocantins. Nestes estados, o comércio de ramos específicos (e.g., óticas, concessionarias e hotéis) agora terão o aval do governo estadual para retomarem suas atividades com algumas ressalvas, como o uso obrigatório de máscaras ou ocupação que não excede 50% da capacidade do local.

Doria deve anunciar plano de reabertura hoje… O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deve anunciar hoje (22) um plano para reabrir a economia do estado mais populoso do Brasil. O afrouxamento deve começar no dia 11 de maio, mas dependerá do desenvolvimento da epidemia paulista e do número de leitos disponíveis. O plano é fruto de uma colaboração entre a equipe econômica e de saúde do governo estadual.

Teor e impacto… O mais provável é que o plano contenha métricas que determinam a evolução gradativa (fase 1, fase 2 etc.) da reabertura da economia, como dita o plano compartilhado na semana passada pelo governo federal dos EUA. Desde que não seja interpretado como excessivamente conservador, a divulgação de um “plano de saída” deve acalmar os ânimos dos que pressionam o chefe do Executivo do estado mais afetado pela crise de saúde publica para dar um fim às medidas de quarentena que afligem a economia regional.

STF abre inquérito para investigar envolvimento de parlamentares em protestos “antidemocráticos”… Os protestos ocorridos durante o fim de semana, que incluíram uma demonstração em frente ao Quartel General do Exército (Brasília) que contou com a presença do presidente da República, ocasionaram reações no âmbito judicial no início desta semana. O ministro Alexandre Moraes (STF) determinou a abertura de um inquérito para investigar o envolvimento de dois deputados, ainda protegidos por sigilo jurídico, na organização dos eventos que incluíam pautas de cunho autoritário. Durante os atos, vários participantes erguiam cartazes que clamavam pelo fechamento do STF e do Congresso Nacional.

Atentado contra o Estado Democrático de Direito… Curiosamente, o inquérito foi aberto a pedido do Procurador Geral República, Augusto Aras, um nomeado do presidente Bolsonaro. Caso a participação dos parlamentares na organização destes eventos seja confirmada, os mesmos poderão sofrer represálias, logo que a apologia à ditadura militar é um crime previsto na Lei de Segurança Nacional. Apesar de ter discursado no evento, o nome do presidente Jair Bolsonaro não foi citado no inquérito

Na agenda… Não existem indicadores relevantes a serem divulgados no dia de hoje.

E os mercados hoje? Bolsas internacionais abrem negociações em tom de recuperação após quedas fortes desta 3ªf. Índices de mercado dão sequência à dinâmica de alta volatilidade, com as atenções ainda voltadas para as recentes quedas nos preços do petróleo, temporada de resultados corporativos e a aprovação de novos estímulos na maior economia do mundo. No Brasil, a crise que vinha se consolidando entre o Executivo e o Legislativo parece ter alcançado uma espécie de trégua temporária, com o governo ganhando chão para a aprovação de medidas de contenção de gastos. Apesar disso, a manutenção do clima de alta aversão ao risco no exterior, agravado pelos níveis de preço internacional do petróleo, deve continuar como ponto de pressão sobre o mercado local na volta do feriado de Tiradentes. Tendo isso em vista, esperamos um dia de viés neutro/positivo para ativos de risco brasileiros.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email