Apesar do positivismo no mercado de criptomoedas este ano, o setor de tokens não fungíveis (NFTs) segue em queda. Apesar de alguns anúncios positivos pontuais, como a parceria da Adidas com o Stepn e o lançamento do jogo Pudgy Penguins em 2025, o cenário geral é dominado por notícias negativas sobre o declínio de preços e atividade no mercado.  

A desvalorização e a baixa atividade são os principais temas nas notícias sobre NFTs. Os passes VIP NFT do Coachella falharam em vendas, a Starbucks encerrou seu programa Odyssey Beta NFT, o Bored Ape do comediante Kevin Hart foi vendido por 83% a menos do que o preço de compra original, e o volume de negociação da coleção NFT de Donald Trump despencou antes de seu julgamento criminal. 

Embora algumas coleções ainda atraiam atenção, a maioria delas registra volumes em desaceleração e quedas nos preços mínimos. Isso inclui até mesmo a subcategoria mais badalada deste ano, os Bitcoin Ordinals.  

STF nega novo habeas corpus a Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como ‘Faraó do Bitcoin’ 

Os volumes mensais do mercado de NFTs no Ethereum caem desde janeiro, e mesmo nesse mês os valores eram insignificantes em comparação com os valores negociados por mês durante o auge de 2021/2022. Em maio, os volumes não ultrapassaram US$ 500 milhões. 

Além disso, o número de negociadores diários de NFTs no Ethereum, que caiu abaixo de quatro mil pela primeira vez desde junho de 2021. O número chegou a superar 80 mil no pico em fevereiro de 2022, mas vem diminuindo desde então. Apesar de um período de estagnação entre junho de 2023 e fevereiro de 2024, a queda retomou seu ritmo lento. 

 

 

Publicidade

CONHEÇA A COBERTURA QUE VAI

AUMENTAR SEU DINHEIRO NOS INVESTIMENTOS

Agendas, Análises, Recomendações, Carteiras e muito mais!