Maiores empresas do setor de Shoppings voltam a restringir operações

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

JHSF

O setor de shopping centers foi uns dos segmentos duramente atingidos pela pandemia do Coronavírus, sendo um dos principais termômetros da economia. O Brasil tem hoje 577 shoppings com faturamento de R$ 192,8 bilhões em 2019 e gera mais de 1,1 milhão de empregos.

Com início da flexibilização da economia há poucas semanas, os estabelecimentos começaram a retomar as atividades de maneira cautelosa. Contudo, o risco de um novo surto de contaminação está levando as companhias a reduzir novamente as atividades. Com isso, uma cadeia de outras atividades comerciais volta a ficar prejudicada.

Na tabela está demonstrado o desempenho das principais companhias nos últimos períodos. Observa-se que mesmo numa condição adversa, os shoppings seguiram com resultados positivos. No entanto, o maior período de paralisação é o 2T20.

Multiplan (MULT3)

A companhia informou ontem que o ParkShoppingCanoas, em Canoas
(RS), passa a operar apenas com atividades essenciais (supermercados, farmácias e bancos), além de operações na modalidade delivery, take-away e drive-thru.

As outras atividades comerciais estão suspensas no município, conforme determinação das autoridades locais, para controle da pandemia do novo coronavírus.

Aliansce Sonae (ALSO3)

A Aliansce Sonae comunicou que a partir de ontem (22), em função do aumento da ocupação dos leitos nas respectivas redes de saúde locais, devido a evolução da pandemia de COVID-19, os shopping centers Parque D. Pedro Shopping e Uberlândia Shopping, fecharão temporariamente suas operações, com funcionamento apenas das atividades essenciais.

Atualmente, dezenove Shoppings do portfólio próprio da Companhia estão em operação, o que corresponde a 64% do total de NOI e 58% da ABL própria.

Iguatemi (IGTA3)

Por conta de um Decreto Estadual no Rio Grande do Sul, o I Fashion Outlet
Novo Hamburgo será fechado a partir de hoje (23). Segundo a empresa, restaurantes e estabelecimentos de alimentação poderão funcionar apenas nos sistemas de delivery e drivethru. O Iguatemi Porto Alegre e o Praia de Belas também estarão funcionando em horário reduzido, das 11h30 às 20h, apenas para delivery e drive-thru de atividades essenciais.


Restaurantes e estabelecimentos de alimentação deverão funcionar com atendimento presencial das 11h30 às 17h, sendo que na modalidade de delivery e drive-thru o atendimento será estendida até as 22h.


Segundo Planner

Com este cenário, os resultados do 2T20 que já estavam prejudicados, deverão retardar ainda mais a recuperação.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.