Publicidade

Pleno emprego nos EUA

Data da publicação

Categoria

A Inv é uma casa de análise financeira independente, regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Não temos vínculo com nenhuma instituição financeira. Por isso, temos total liberdade para emitir opiniões e recomendações. Nosso propósito é levar a informação que você precisa para tomar a melhor decisão nos seus investimentos. Nosso time de especialistas é plural, sendo formado por profissionais extremamente capacitados. Cada qual com a sua especialidade e conhecimento de sobra na sua área mas, principalmente, com muita vivência de mercado. Na Inv, você aprende a investir na prática, de uma forma simples. Sem complicações. Para que você tenha sucesso nos investimentos.

Categoria

Data da publicação

Quando, na segunda metade dos anos 1970, deixei de operar nos mercados brasileiros para me dedicar exclusivamente às Bolsas e derivativos americanos, na verdade só um dado econômico interessava.

Estou me referindo à trade balance (balança comercial) que os analistas e traders chamavam de trade deficit, simplesmente porque era sempre deficitária.

Alguns especuladores e investidores até se lamentavam porque não adiantava nada estudar os fundamentos do mercado porque no final o trade deficit é que determinava tudo.

Os anos se passaram e a estatística mais importante passou a ser o unemployment (desemprego). Mas logo um dado, também sobre o emprego, começou a se destacar.

Refiro-me ao US nonfarm payroll jobs (crescimento ou redução do número de empregos não agrícolas).

Esse dado sai sempre na primeira sexta-feira do mês e hoje é a primeira sexta-feira de agosto. A hora de divulgação é sempre oito e meia da manhã, horário da Costa Leste Americana, que nesta época do ano fica uma hora atrás do Brasil.

Ou seja, aqui o payroll sai às 9:30, quando estamos no meio da reunião matinal da Inv.

Hoje esperava-se um crescimento de 250 mil empregos e o número que saiu foram impressionantes 523 mil, mais do que o dobro das estimativas. O percentual de desemprego foi de 3,5% (a expectativa era de 3,6%).

Essa alta do payroll, além de ser enorme, significa que os EUA já recuperaram todos os empregos perdidos por causa da Covid.

Para o mercado de ações, esses números podem ser interpretados de duas maneiras.

Visão otimista: a economia está explodindo (no bom sentido do verbo) sem nenhum sinal de recessão, que seria a tal hard landing (aterrissagem forçada), tão temida.

Visão pessimista: com inflação e pleno emprego, o ciclo de alta do FED deverá perdurar por mais tempo.

No pré-mercado futuro, o S&P500 está caindo 1%, sinal de que o mercado não gostou do overheating (superaquecimento) econômico. Mas essa reação poderá mudar ao longo do dia.

A conferir.

Ivan Sant’Anna, trader, escritor e colunista Inv Publicações.

Autor

A Inv é uma casa de análise financeira independente, regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Não temos vínculo com nenhuma instituição financeira. Por isso, temos total liberdade para emitir opiniões e recomendações. Nosso propósito é levar a informação que você precisa para tomar a melhor decisão nos seus investimentos. Nosso time de especialistas é plural, sendo formado por profissionais extremamente capacitados. Cada qual com a sua especialidade e conhecimento de sobra na sua área mas, principalmente, com muita vivência de mercado. Na Inv, você aprende a investir na prática, de uma forma simples. Sem complicações. Para que você tenha sucesso nos investimentos.

Informações + Recomendações de investimentos em um só lugar

Compartilhe esse post nas suas redes!

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.