Intenção de compra via e-commerce cresce no Dia dos Pais

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Este Dia dos Pais deverá ser marcado por uma importante mudança de hábito do consumidor: a compra do presente via e-commerce. Segundo pesquisa realizada pela Boa Vista para identificar o comportamento e as perspectivas de compra dos consumidores brasileiros para o Dia dos Pais, a intenção de compra online cresceu 142%, se comparada com o mesmo período do ano passado, sendo que se trata de novo hábito de compra para 58% destes consumidores.

Os entrevistados apontaram como escolhidos para presentear o pai (46%), marido (29%) e sogro (7%).

Presente econômico e tradicional

A escolha do presente não deverá surpreender os pais. Segundo o estudo, a preferência será por itens de setor de vestuários e calçados (45%), seguido de acessórios (17%) e perfumes/cosméticos (16%), já considerados tradicionais para presentear nesta data.

Além disso os consultados na pesquisa indicam que a conjuntura econômica preocupa e inibe investimento alto no presente. Diante deste cenário, 80% pretendem gastar o mesmo valor, se comparado com igual período do ano passado, ou menos.

O ticket médio geral será em torno de R$ 173, 5% menor quando comparado ao do ano anterior. Mesmo pretendendo gastar menos, 96% consideram importante presentear nesta data. Nas imagens abaixo é possível conferir a pretensão de gastos por faixa de preços e a evolução do ticket médio.

A pesquisa identificou que o valor do presente é determinante para 34% dos consumidores, seguido de necessidade (21%), e desejo (19%).

Crédito ou Débito?

Grande parte dos entrevistados aponta predileção pelo pagamento à vista (61%), com a utilização do cartão de débito por 41% dos consultados. Dentre os que preferem parcelar (39% dos entrevistados), 91% utilizarão cartão de crédito, e os demais encontram alternativas no cartão de débito programado (2%), carnê/boleto (7%) e cheque (1%).

Retomada das atividades

Os entrevistados também foram questionados sobre a retomada gradual do comércio e serviços, e 60% dos consumidores apoiam essa medida, inclusive, 29% dizem já ter retomado a rotina de compras fora de casa, priorizando idas a supermercado (64%), restaurantes e padarias (29%). Roupas e calçados representam 21%.

‘A pesquisa corrobora o que observamos no início da quarentena, quando, por conta do fechamento do comércio como medida para se manter o isolamento social, muitas empresas passaram a vender online. Ao longo deste período também observamos mais empresas buscando o Cadastro Positivo para aperfeiçoar as suas análises de crédito, movimento que contribui com o mercado de crédito como um todo, neste momento delicado da economia’, analisa o economista da Boa Vista, Flávio Calife.

(MR – Agência Enfoque)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

A temporada para ganhar dinheiro com ações está chegando