Publicidade
Publicidade
Publicidade

Instituto Neoenergia conclui segunda edição do Programa Impactô com capacitação e mentorias de ONGs e negócios sociais

Data da publicação

Categoria

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas. Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Categoria

Data da publicação

Além das capacitações e mentorias, o programa ainda contemplou as organizações com a destinação de R$ 410 mil

Associação Nagai – Beneficiada no Programa Impactô

De Plurale, do Rio

A segunda edição do Programa de Aceleração Social Impactô acaba de ser concluída, com a avaliação dos 16 projetos e negócios sociais de impacto dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo – selecionados via edital, realizado em maio de 2020. Uma banca de investimentos, formada por profissionais da Neoenergia e do Instituto Neoenergia, avaliou as organizações ao final do programa e escolheu a destinação de um total de R$ 90 mil distribuídos entre oito organizações participantes, para desenvolverem os projetos apresentados.

A iniciativa, uma parceria entre o Instituto Neoenergia e o Instituto Ekloos, ocorreu no segundo semestre de 2020, com o objetivo de potencializar o apoio às organizações selecionadas, oferecendo mentorias online nas áreas de gestão estratégica, negócios e inovação, durante um período de sete meses. Nesta edição, além do recurso disponibilizado pela banca de investimento, o Impactô teve uma preocupação em responder à necessidade imediata de instituições do terceiro setor, fortemente impactadas com os desafios impostos pela Covid-19, e, por isso, destinou um investimento emergencial, no valor de R$ 20 mil, para apoio na gestão financeira daquele momento das 16 participantes, totalizando R$ 410 mil repassados diretamente às organizações.

“Para nós, o Impactô é um programa estratégico, pois além de capacitar as organizações sociais, ele promove um fortalecimento das redes do terceiro setor. Nessa edição, ficamos impressionados com a transformação ocorrida nos projetos selecionados em 2020, principalmente se levarmos em conta o cenário da pandemia”, diz Renata Chagas, Diretora-Presidente do Instituto Neoenergia.

O Programa de Aceleração Social Impactô- Especial Covid-19 envolveu, em mais de 1420 horas de mentorias, 58 gestores e colaboradores das organizações e negócios de impacto social, beneficiando diretamente mais de 210 mil pessoas, além de mobilizar 19 líderes da Neoenergia, que se inscreveram para participarem do programa como mentores voluntários.

“A pandemia agravou muito a desigualdade social no Brasil, por isso a atuação da sociedade civil se tornou ainda mais importante para minimizar este impacto. O programa de aceleração tem por objetivo apoiar os gestores que estão na linha de frente nas comunidades, para que possam realizar atividades com mais qualidade e minimizando a situação de vulnerabilidade social de crianças e jovens”, diz Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos.

Para Benigna Siqueira, coordenadora de projetos na Associação Cultural Comunitária Pró-Morato, o programa foi responsável por manter as atividades da instituição em curso diante de um cenário desafiador. “Com a pandemia, ficamos muito desanimados, pois tivemos que interromper nossas aulas de iniciação musical e a nossa orquestra, suspendendo temporariamente o contrato de nossos professores de música. O Impactô não trouxe uma, mas foram várias novas luzes no túnel na história do Pró-Morato. Com o recurso inicial, chamamos os professores de música, tocamos a iniciação musical e retornarmos com a orquestra, totalmente no ambiente digital. Nossa primeira ação foi realizar uma apresentação musical da orquestra, num carro que circulou por vários bairros de Francisco Morato, em São Paulo, levando música e orientações sobre a prevenção à COVID”, conta.

A coordenadora Administrativa e Financeira da Associação Nagai, Rejane Luna, reflete sobre como os recursos recebidos ajudaram a instituição a repensar a forma de fazer, contar sua história e viabilizar o projeto realizado na comunidade do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. “Nossa fundadora, Silvana Nagai, sempre diz que, se algum dia um dos nossos atletas for um campeão de judô nos Jogos Olímpicos, muito mais do que o reconhecimento ao nosso trabalho, teremos cumprido nossa missão em incluir jovens, formando cidadãos a partir do esporte, educação e da cultura. Com esse espírito, ficamos muito impactados com o programa de aceleração, pois foi um divisor de águas. Passamos a entender melhor nossos limites, estruturamos melhor nosso projeto e refletimos na construção de indicadores de mensuração e na nossa comunicação”, destaca.

SOBRE O INSTITUTO NEOENERGIA: O Instituto Neoenergia tem o propósito de fomentar o desenvolvimento de ações socioambientais nas áreas em que a Neoenergia, sua mantenedora, atua, por meio do apoio à sociedade na gestão e promoção dos projetos selecionados, reforçando a marca e o compromisso da empresa com o desenvolvimento da cultura e economias locais.

Para o ciclo de 2018 a 2021, o desafio do Instituto Neoenergia é colaborar diretamente com o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela ONU. Os principais objetivos são a contribuição para a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais vulneráveis e a aposta pelo desenvolvimento sustentável, por meio da realização e apoio de projetos dentro dos seguintes pilares: Formação e Pesquisa, Biodiversidade e Mudanças Climáticas, Arte e Cultura, Ação Social e Colaboração Institucional, que busca alianças para alcançar os ODS.

SOBRE A NEOENERGIA: Companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN), Elektro (SP/MS) e CEB-D (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 1.038 km de linhas em operação, destes 359 km (três trechos) entregues em 2020 e cerca de 6 mil km em construção, já considerando o lote arrematado no leilão de dezembro de 2020. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A partir de janeiro de 2021, a Neoenergia passa a integrar a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.

Autor

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas. Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas.

Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Publicidade
Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.