Guedes diz que está havendo repique, mas nega 2ª onda de covid-19 no País

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que está havendo repique de contágio do novo coronavírus, mas negou que já haja uma segunda onda da pandemia no Brasil. O ministro participou da abertura do webinário Firjan – Visão Saneamento.

Guedes ainda repetiu que, se houver uma segunda onda no Brasil, o governo agirá da mesma forma, com capacidade de decisão, uma vez que já sabe quais programas funcionaram. Mas a ação dependerá de conclusão de observação empírica sobre o novo avanço da doença.

Segundo o ministro, empiricamente, houve controle do gasto público no governo Jair Bolsonaro e a doença retrocedeu. “Parece que está havendo repiques. São ciclos, vamos observar. Fato é que a doença cedeu substancialmente. As pessoas saíram mais, se descuidaram um pouco. mas tem características sazonais da doença, mas estamos entrando no verão, vamos observar um pouco. Nós que não somos especialistas… já começaram a decretar que a doença está aí que tem e que trancar tudo de novo. Não vou opinar na área de saúde. A doença cedeu, e a economia se recuperou bem.”

Guedes ainda repetiu que a retomada da economia no Brasil está forte, ocorre em “V” e disse que as economias do País e da China foram as que retomaram mais rapidamente do choque provocado pela covid-19.

O ministro ainda destacou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Caixa mudaram de função no governo de Jair Bolsonaro e democratizaram o crédito, dizendo que os brasileiros carentes estão agora digitalizados. “Agora milhões de brasileiros acessam crédito em vez de empresa campeã.”

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também