Guedes diz que ainda há estatais demais e dinheiro de menos para educação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender nesta terça-feira, 16, um programa de privatizações de empresas estatais que abra espaço para que o governo possa investir mais na Educação básica e na Saúde. “Ainda temos estatais demais e dinheiro de menos para educação. Temos que investir na educação dos mais jovens, daí a ideia de vouchers para crianças ficarem em creches e transferência para ensino básico”, afirmou, em videoconferência organizada pelo Instituto de Garantias Penais (IGP).

Guedes repetiu que as privatizações abrirão espaço para investimentos privados na economia. “A população não vota querendo chapa de aço produzida pelo Estado, mas sim chapa de aço barata. Durante muito tempo tivemos juros muito altos, para segurar a inflação com muito gasto do Estado. Era o paraíso dos rentistas e inferno dos empreendedores”, reafirmou.

Reajustes na pandemia

O ministro da Economia elogiou a construção do projeto de ajuda a Estados e municípios feita pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Os governos regionais pleiteavam a recomposição completa das perdas de receitas durante a pandemia, mas o projeto final aprovado pelos senadores colocou um valor fixo de R$ 60 bilhões, como queria a equipe econômica.

O texto aprovado também teve como contrapartida a proibição de novos reajustes para os servidores públicos até o fim de 2021.

“O pedido para União cobrir todas as perdas dos entes era irresponsável e inconsequente. Mas Alcolumbre fez uma bela construção e colocou a ajuda aos Estados e municípios com valor fixo e contrapartidas. Conceder reajustes em meio à pandemia seria dar um sinal contrário à responsabilidade fiscal. Medalhas se distribuem depois da guerra, e não durante”, afirmou Guedes.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos