Grupo GPS e Hospital Care pretendem acessar a Bolsa e estão na fila do IPO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Grupo GPS e Hospital Care pretendem acessar a Bolsa e estão na fila do IPO

Grupo GPS e Hospital Care pretendem acessar a Bolsa e estão na fila do IPO

O Grupo GPS poderá levantar até R$ 2,5 bilhões em seu IPO (Oferta Pública de Ações, em português), considerando o preço médio de R$ 14,25 por ação, mostra documento enviado à CVM.

Serão ofertadas 180 milhões de ações, sendo 90 milhões da oferta primária (quando o valor vai para a empresa) e 90 milhões da secundária (quanto a quantia vai para o bolso do acionista).

Outras 36 milhões ações podem ser ofertadas em lote adicional e 27 milhões em lote suplementar.

A faixa indicativa ficou entre R$ 13 e R$ 15,50.

O período de reserva irá até 19 de abril. As ações estrearão na Bolsa no dia 23 de abril com o código GGPS3.

Fundada em 1965, a empresa atua no ramo de prestação de serviços integrados, que incluem soluções de facilities, segurança, logística indoor, serviços de engenharia e manutenção industrial.

Em 2020, atingiu uma receita líquida de serviços prestados de R$ 4,9 bilhões.

A companhia pretende utilizar os recursos líquidos para realizar aquisições, fortalecer sua capacidade financeira e pagar dividendos aos acionistas.

Itaú BBA, Goldman Sachs, Bank of América, BTG Pactual, Citi e Morgan Stanley coordenam a oferta.

Grupo GPS e Hospital Care pretendem acessar a Bolsa e estão na fila do IPO

IPO

O grupo de saúde Hospital Care Caledonia definiu na quarta-feira, 31, a faixa indicativa de preço na sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), entre R$ 22,50 e R$ 28,50.

Desse modo, a operação pode movimentar cerca de R$ 1,1 bilhão, levando em conta o centro da faixa, de R$ 25,50, e a venda de integral do lote base, de aproximadamente 42 milhões de papéis.

De acordo com o prospecto preliminar da operação, disponibilizado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta será primária, com 31 milhões de novas ações, e secundária, de até 10,8 milhões de ações.

Ainda há a possibilidade de a oferta ser acrescida de um lote adicional de até 20% do total de ações inicialmente ofertado, em 6,2 milhões de ações, e de um lote suplementar de até 15% do total, em 4,65 milhões de ativos.

A fixação do preço está prevista para acontecer no dia 20 de abril.

A estreia das ações na Bovespa deve acontecer dia 23 de abril, negociadas sob o ticker HCAR3.

A operação, que é coordenada por XP, Itaú BBA, Bank of America e BTG Pactual, terá como objetivo investir em expansão e desenvolvimento de unidades já existentes, destinar recursos para sistemas, inovação e tecnologia e realizar novas aquisições.

  • Só clique aqui se já for investidor

O post Grupo GPS e Hospital Care pretendem acessar a Bolsa e estão na fila do IPO apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira.


Como podemos ajudar você?

Em nosso canal do Telegram você receberá as principais notícias que movimentam o mercado.

Na área O que comprar você acompanha diversas sugestões e atualizações.

Em nossas Assinaturas você pode conferir diversas recomendações, análises e conteúdos exclusivos.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

Matérias por 1Bilhão - Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.