Governo dos EUA eleva salário mínimo de servidores, antecipando medida de pacote

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

dólar
O governo dos Estados Unidos decidiu aumentar o salário mínimo de servidores federais de US$ 10,10 por hora para US$ 15 por hora, anunciou nesta sexta-feira o Diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Brian Deese, em coletiva de imprensa. A medida entra em vigor daqui a 100 dias e antecipa um ponto presente no pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão anunciado pelo presidente americano, Joe Biden, na semana passada, aumentando a pressão sobre o Congresso para aprovação da pauta.

Para combater a crise econômica, o governo americano quer elevar o salário mínimo nacional, hoje em US$ 7,25 por hora, para mais que o dobro, aos mesmos US$ 15 por hora.

A elevação do salário mínimo de servidores federais não foi o único decreto assinado nesta sexta por Biden. O governo democrata ainda elevou em 15% os benefícios pagos em um programa de assistência à compra de alimentos voltado a famílias de baixa renda.

“E Biden vai assinar novas ordens executivas na próxima semana”, acrescentou na coletiva a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

O Diretor do Conselho Econômico ainda anunciou novidade na concessão de auxílio-desemprego. A partir de agora, cidadãos que recusarem postos de trabalhos por comprovados riscos à saúde poderão continuar tendo acesso ao benefício. “Também vamos criar um portal online para ajudar as pessoas identificarem para quais benefícios federais são elegíveis”, acrescentou Deese.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos