Gol (GOLL4) estima prejuízo de R$2,35 por ação no 1º tri, e fecha março com R$1,9 bi em caixa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Gol (GOLL4) estima prejuízo de R$2,35 por ação no 1º tri, e fecha março com R$1,9 bi em caixa

Gol (GOLL4) estima prejuízo de R$2,35 por ação no 1º tri, e fecha março com R$1,9 bi em caixa

A Gol (GOLL4) divulgou sua atualização operacional mensal referente a março, além de estimativas para os resultados do primeiro trimestre de 2021. No período, a companhia aérea espera prejuízo de R$ 2,35 por ação, e US$ 0,83 por American Depositary Receipt (ADR).

A margem Ebitda entre janeiro e março, excluindo despesas não operacionais e não recorrentes, deve ficar entre 20% e 22%, ante 46% no primeiro trimestre de 2020. A receita unitária de passageiro no período deve ser cerca de 12% menor na comparação anual, e a receita unitária deve recuar 9%.

Já em março, a média de voos diários ficou em 245, ante 355 registrados em fevereiro. Em dias de pico, foram 381 voos diários da Gol no mês passado. Segundo a empresa, houve uma queda de 25% na busca por passagens aéreas em relação a fevereiro.

A receita bruta consolidada da Gol em março foi de R$ 300 milhões, queda de 37% na comparação com fevereiro. A liquidez total ficou em R$ 1,9 bilhão em março, recuo mensal de 10%.

A frota total da Gol em março estava em 127 aeronaves, e o número de unidades em operação foi de 60, 15 a menos do que em fevereiro. A taxa de ocupação nos voos domésticos e internacionais ficou em 71,8%, queda de 9 pontos ante fevereiro.

Gol (GOLL4) estima prejuízo de R$2,35 por ação no 1º tri, e fecha março com R$1,9 bi em caixa
Gol (GOLL4) registra na SEC pedido para oferta de ADS

Gol

A companhia anunciou ontem que fechou março com cerca de R$ 1,9 bilhão em caixa, uma queda de 10% em relação a fevereiro, mostrando como a volta de restrições à circulação impostas pelo recrudescimento da pandemia voltou a pressionar as companhias aéreas no Brasil.

Segundo a empresa, excluindo o serviço da dívida, o consumo de caixa foi neutro no mês passado.

Também disse que a taxa de ocupação em seus voos em março atingiu 71,8%, queda de 9 pontos percentuais ante fevereiro. O número diário médio de voos operados por ela no mês passado, 245, foi 31% menor na base sequencial.

E a previsão é de que em abril a queda deve ser ainda maior, com estimativa de operar de 185 a 200 rotas diárias em média, com 50 aeronaves em operação.

Veja GOLL4 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

O post Gol (GOLL4) estima prejuízo de R$2,35 por ação no 1º tri, e fecha março com R$1,9 bi em caixa apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira.


Como podemos ajudar você?

Em nosso canal do Telegram você receberá as principais notícias que movimentam o mercado.

Na área O que comprar você acompanha diversas sugestões e atualizações.

Em nossas Assinaturas você pode conferir diversas recomendações, análises e conteúdos exclusivos.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

Matérias por 1Bilhão - Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.