Boletim Focus – Nesta semana destaque para o aumento das expectativas de inflação, para o PIB e taxa de câmbio em 2019. Para 2020, alta do PIB e do câmbio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Dentre as alterações contidas no Boletim Focus desta segunda-feira (09/dezembro), destaque para a alta do IPCA e do IGP-M; elevação das estimativas de crescimento da atividade econômica medida pelo PIB e para a alta da taxa de câmbio, em 2019. Para o próximo ano, ressalte-se a estabilidade do IPCA, alta do IGPM, elevação do PIB e do câmbio.

Inflação

As estimativas para o IPCA de 2019 foram elevadas de 3,52% na leitura anterior para 3,84%. As atualizações dos últimos 5 dias úteis mostram alta de 3,61% para 3,86%. Esta alta refletiu em boa parte a variação de 0,51% do IPCA de novembro, acelerando ante 0,10% de out/19, sendo de 3,27% nos últimos doze meses, com destaque para a alta dos grupos Despesas Pessoais e Alimentação.

Mesmo com este ajuste para cima, pela quinta vez consecutiva, o comportamento do indicador permanece benigno. As estimativas para o IGP-M foram elevadas de 5,52% para 5,79% e refletem entre outros aspectos o comportamento cambial. Para 2020 a mediana aponta para manutenção do IPCA em 3,60% e alta de 3,60% para 3.61% do indicador para os últimos 5 dias úteis. O IGP-M foi elevado de 4,07% para 4,14%.

Meta Selic

Foi mantida em 4,50% para 2019 e 2020. Nesta última reunião do Copom em 2019 nesta semana (dias 10 e 11 de dezembro) esperamos mais uma redução de 0,50% na taxa básica, dos atuais 5,00% para 4,50%.

Atividade Econômica

Para o PIB, a mediana das estimativas foi elevada de 0,99% para 1,10% em 2019 e de 2,22% para 2,24% em 2020. Reiteramos o impacto positivo por conta da liberação do 13º salário e do saque das contas do FGTS, que devem refletir no incremento de atividade econômica neste final de ano, resultando num efeito positivo de “carregamento” para o ano que vem.

Dólar

A taxa de câmbio foi elevada em R$ 4,10 para R$ 4,15 em 2019 e de R$ 4,01 para R$ 4,10 para 2020. Lembrando que na sexta-feira, dia 6 de dezembro a PTAX fechou a R$ 4,1783.

Produção

A mediana do agregado para a produção industrial foi mantida em -0,70% para 2019 e em 2,20% para 2020.

Destaques do Boletim Focus publicado na segunda-feira, para 2019:

IPCA: 3,84%;

IPCA (atualização dos últimos 5 dias): 3,86%;

PIB: 1,10%;

Taxa de Câmbio: R$/US$ 4,15;

Meta Taxa Selic: 4,50% a.a.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.