Indicador antecedente avança no mês de julho

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

A Fundação Getulio Vargas (FGV) e o The Conference Board (TCB) anunciaram que o Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE) subiu 1,9% em julho para 111,5 pontos. Seis das oito séries componentes contribuíram para a alta do indicador, com a maior contribuição vindo dos Índices de Expectativas da Indústria e dos Consumidores.

O Indicador Coincidente Composto da Economia Brasileira (ICCE), que mensura as condições econômicas atuais, subiu 0,5% para 98,1 pontos, no mesmo período.

‘A sinalização dada pelos resultados do IACE em maio e junho está refletida no crescimento do ICCE em julho; indicando que o pior efeito da pandemia sobre o nível de atividade econômica ficou concentrado no primeiro semestre’, segundo Paulo Picchetti do FGV IBRE. ‘A elevação relativamente menor do IACE em julho por sua vez aponta para uma recuperação cuja velocidade e robustez ainda estão sujeitas a incertezas resultantes do quadro macroeconômico e da dinâmica da crise sanitária’, diz Picchetti.

O Indicador Antecedente Composto da Economia agrega oito componentes econômicos que medem a atividade econômica no Brasil. Cada um deles vem se mostrando individualmente eficiente em antecipar tendências econômicas. A agregação dos indicadores individuais em um índice composto filtra os chamados ‘ruídos’, colaborando para que a tendência econômica efetiva seja revelada.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos