Radar das Empresas: Ferbasa e MRV

Confira os destaques de dois relatórios enviados nos últimos dias pela Planner e Guide Investimentos, com suas opiniões e projeções para Ferbasa e MRV.

Ferbasa – Mercado mais difícil

A Ferbasa apresentou resultados fracos no primeiro semestre de 2019, com redução das vendas, receita e margens. Este ambiente desafiador deve persistir no 2S19, principalmente com a guerra comercial entre os EUA – China e a redução do ritmo de crescimento mundial.

Porém, a exportação de minério, os ganhos com exclusão do valor do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS, além da venda de energia elétrica, devem melhorar os números do 3T19.

Com isso ajustamos nossas projeções e reduzimos o Preço Justo da FESA4 de R$ 28,00 para R$ 26,60. A queda das ações este ano (3,5% versus alta de 16,3% do Ibovespa), abre uma oportunidade de investimento na Ferbasa, mesmo que o momento do setor seja difícil.

Confira o relatório completo, Planner.

MRV: Cia pretende ser plataforma mundial de construção

A MRV anunciou ontem que vai investir cerca de US$ 236 milhões na compra de 51% da participação na AHS, companhia que foi fundado e é controlada pelo próprio Menin, que possui atualmente 95% de participação.

A aquisição será realizada via caixa da MRV, que possui atualmente R$ 2,5 bilhões em disponibilidades.

Após reação negativa dos investidores com relação ao anuncio da aquisição da AHS, a sinalização do controlador do grupo, Rubens Menin, de que não irá receber nenhum recurso na transação, traz mais conforto para os investidores com relação ao negócio. Contudo, não descartamos que as ações da MRV continuem pressionadas no curto prazo, pela: (i) falta de conhecimento dos investidores com relação ao mercado imobiliário americano; (ii) possível desvio de foco das operações brasileiras ; (iii) movimento inesperado de internacionalização da companhia.

Confira o relatório completo, Guide Empresas.