Publicidade
Publicidade
Publicidade

Falta pouco para o Brasil entrar em estagflação

Data da publicação

Graduanda em Ciências Atuariais pela UFRGS, associada à Apimec Sul, Redatora de Conteúdo no Acionista e colunista do Blog Mulher na Bolsa. Tem como motivação diária descomplicar a linguagem do mercado e levar conteúdo de qualidade para que os brasileiros sejam cada vez mais educados financeiramente. Instagram: @tay.zatti

Data da publicação

Falta pouco para o Brasil entrar em estagflação. E é com essa frase que eu começo o texto de hoje!

Estagflação é junção de dois monstros econômicos: estagnação e inflação. O termo bastante usado pelos economistas traduz um certo momento da economia em que a mesma se encontra estagnada e os preços não param de aumentar. O fato é que essa conjuntura está cada dia mais perto de se tornar real.

A inflação atual não é a de demanda, situação que seria resolvida ao aumentar a Selic – política monetária padrão quando queremos aquecer a economia de um país e, consequentemente, aumentar a demanda da população -. A inflação interna, hoje, possui três causas principais: alta das commodities no exterior, instabilidade política no país, e atuais problemas ambientais; aliás, o BCB já deu um nome para esse último fenômeno: inflação verde.

Aproveitando o assunto, a falta de chuva já ameaça a próxima safra de grãos do país e pode pressionar a inflação também em 2022. Apenas um exemplo de como eventos assim podem ter desdobramentos significativos na economia.

Em meio a esse cenário de desconfiança – não somente nacional, mas global – em relação à gestão ambiental brasileira, presidentes de empresas nacionais e estrangeiras e dez entidades setoriais assinaram uma carta defendendo objetivos climáticos ambiciosos e o protagonismo do país nas negociações do clima. O documento será apresentado ao governo brasileiro e será levado para a conferência da ONU sobre mudanças climáticas, a COP26, que está marcada para novembro, em Glasgow, na Escócia.

Empresas como Bradesco, Klabin, Renner, Nestlé, Shell, Vivo, Natura, Ipiranga, entre outros, assinaram os documentos.

Assim, não é nenhuma surpresa que o mercado continue piorando as expectativas de inflação para 2021 e 2022. Essa é a 25ª semana seguida que o mercado aumenta sua projeção de preços, de acordo com o relatório Focus divulgado nesta segunda-feira.

Outro índice que vem deteriorando é a projeção para o PIB do ano que vem, que caiu pela quarta semana seguida. O Relatório mostra que a alta esperada para a atividade no ano que vem é de 1,57%. Há quatro semanas, era de 2%.

O petróleo, por sua vez, não surpreende e fecha em alta pela quinta sessão seguida. O movimento foi impulsionado pela avaliação de que o efeito das restrições de oferta da commodity no Golfo do México, causadas pela passagem do furacão Ida, podem demorar alguns meses para desaparecer.

Falando sobre as companhias, especificamente, a Gafisa homologou seu aumento de capital por unanimidade e ratificou a emissão de 27.892.638 ações ON da empresa. Lembrando que na última sexta-feira, fiz uma lista das próximas empresas a discutirem aumento de capital em AGE, como Iguatemi e Lojas Renner. Para sempre ficar por dentro da agenda de assembleias, clique aqui!

Já a Anatel publicou hoje o edital da licitação do 5G, que, segundo a agência, deve movimentar R$49,7 bilhões. A previsão é que o 5G comece a ser ofertado até julho de 2022, inicialmente nas capitais.

Na sessão de hoje, os papéis dos grandes bancos subiram em bloco, repercutindo positivamente a discussão de alta de juros no exterior, ao mesmo tempo em que as ações do setor também apresentam um bom desempenho nos mercados internacionais. 

O índice hoje fechou em alta de 0,27% puxado pela Petrobras, que convocou uma entrevista coletiva no meio do pregão. As mudanças na política de preços dos combustíveis foram descartadas e os investidores ficaram satisfeitos.

Para finalizar, fique atento: 11 empresas entram em ex e 17 pagam nesta semana; entre elas Gerdau, Banco Modal, e Itaú Unibanco. Confira a agenda de proventos aqui!

Últimas do dia:

#BKBR3 – Burger King Brasil (BK Brasil) informou que o Morgan Stanley aumentou sua participação acionária na companhia para 9.005.961 ações, o equivalente a 10,5% do total. 

#CRFB3 – Carrefour Brasil projeta ainda R$100 bi em vendas brutas em 2024 para sua unidade de negócios de atacarejo. A projeção para vendas brutas em 2021 é de R$60 bi. Números mencionados são baseados na taxa de crescimento anual da unidade de 15% ao ano.

#ECOR3 – EcoRodovias aprovou o aumento de capital de R$ 1,35 bilhão por meio da emissão de 1,35 bilhão de ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, ao preço de R$1,00 por ação, em uma parcela, pela acionista EcoRodovias Infraestrutura e Logística.

Autor

Graduanda em Ciências Atuariais pela UFRGS, associada à Apimec Sul, Redatora de Conteúdo no Acionista e colunista do Blog Mulher na Bolsa. Tem como motivação diária descomplicar a linguagem do mercado e levar conteúdo de qualidade para que os brasileiros sejam cada vez mais educados financeiramente. Instagram: @tay.zatti

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.