90 mil motocicletas foram produzidas em outubro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

As fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) produziram 90.880 motocicletas em outubro. De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo, esse volume representa queda de 13,5% na comparação com setembro (105.046 unidades) e de 16,7% ante as 109.118 motocicletas registradas no mesmo mês do ano passado.

No acumulado de janeiro a outubro foram produzidas 784.421 motocicletas, retração de 17% na comparação com o mesmo período de 2019 (945.568 unidades).

De acordo com Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, o setor ainda enfrenta um desequilíbrio entre a produção e a demanda; resultado de três fatores: muitas pessoas adotaram a motocicleta como um meio de transporte seguro para evitar a aglomeração do transporte público; outras passaram a utilizá-la como instrumento de trabalho e fonte de renda, atuando nos serviços de entrega; e os cotistas contemplados pelo consórcio buscam produtos originalmente designados em seus planos.

‘Essa alta na demanda ainda não está plenamente suportada pelas unidades fabris. As plantas foram impactadas diretamente pelas diversas adaptações necessárias para atender às medidas sanitárias recomendadas pelos órgãos de saúde, como as mudanças no layout das áreas produtivas, bem como as demais necessidades estabelecidas pelos protocolos de preservação da saúde dos funcionários. O maior distanciamento entre os postos de trabalho, por exemplo, gera aumento no tempo de produção das motocicletas’, explica o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian. ‘Enquanto houver riscos de disseminação do coronavírus, no entanto, essa estrutura precisará ser mantida; pois a prioridade no setor é assegurar a saúde do colaborador’, completa.

Fermanian esclarece que, apesar de algumas fabricantes relatarem pequenos problemas no abastecimento de insumos, até o momento isso não impactou nas linhas de produção. ‘Todas as associadas estão mantendo o seu atual nível de fabricação’, afirma.

O presidente da Abraciclo ainda destaca que, apesar da crise gerada pela pandemia do coronavírus, o setor de motocicletas registrou aumento no nível de empregabilidade. ‘De acordo com dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus – Suframa, estamos com 12.800 empregados atuando diretamente na indústria de motocicletas. Em dezembro de 2019, contávamos com 12.159 colaboradores diretos neste segmento’, relata.

Metas revisadas

A mudança abrupta no cenário do mercado de motocicletas imposta pela pandemia da covid-19 levou o Setor de Duas Rodas a revisar recentemente suas projeções para 2020. Com isso, a produção esperada para 2020 deve ficar em torno das 937 mil motocicletas, volume que representaria uma retração de 15,4% na comparação com 2019.

A estimativa anterior, apresentada em janeiro, no período pré-pandemia, era de 1.175.000 motocicletas.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Enfoque

Enfoque

Empresa autorizada a distribuir informações financeiras das principais bolsas de valores do mundo. Reconhecida por sua tradição e excelência em captar cotações de ativos não negociados em bolsas, através de seu núcleo de Captação e Monitoração de Mercado. Disponibiliza, também, de forma ágil e rápida, notícias e análises relevantes para o mercado financeiro, produzidas pela Enfoque e seus parceiros.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.