Publicidade
Publicidade

Estudo indica recuperação do setor elétrico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

De acordo com estudo ainda inédito da KPMG e do Instituto Acende Brasil, o setor de energia elétrica apresentou recuperação significativa em 2020, com sua rentabilidade voltando a patamares positivos depois de três anos frustrando expectativas.

Setor de energia elétrica

A pesquisa foi realizada com 47 empresas do setor para os segmentos de geração, transmissão e distribuição, cujo resultado global foi de 1,9 bilhão de reais no ano passado. Ainda que modesto quando comparado com desempenhos históricos, este é apontado no estudo como um desempenho esperado para um setor altamente regulado – ou seja, um valor econômico agregado ao redor de zero, com retorno sobre o capital próximo ao custo de capital.

Publicidade

Acesse todas as carteiras, além de agendas e análises de mercado completas

Diante da análise, veículos noticiaram uma visão muito positiva para os resultados apurados, que sinalizam que Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) teve como acertadas suas últimas definições da taxa de remuneração do capital investido (WACC, na sigla em inglês). As conclusões do trabalho se baseiam no EVA (valor econômico agregado), indicador visto como o mais adequado para medir a rentabilidade em um setor intensivo em capital.

Publicidade




Com os resultados positivos apurados, cabe ressaltar a trajetória negativa para o setor, com o último quadriênio (2017-2020) acumulando um resultado negativo em 46,9 bilhões de reais. Segundo a análise dos grupos, o desempenho sugere uma taxa regulatória desequilibrada no passado recente, além de destruição de valor no setor.

Publicidade

Atraia bons investimentos para índices futuros, opções e ações

Por fim, destacamos que o estudo também traz uma simulação na qual exclui da análise a Eletrobras e suas subsidiárias. Com a exclusão, foi observada uma rentabilidade positiva de 3,9 bilhões de reais no ano passado e a destruição de valor medida pelo EVA de 17,8 bilhões de reais no período 2017-2020 – ou seja, menos da metade do que foi registrado com a estatal.

E Eu Com Isso?

Notícias veiculadas sobre o estudo realizado pela KPMG e do Instituto Acende Brasil apontam, além de uma recuperação do setor de energia, uma definição acertada pela Aneel em relação ao seu custo de capital regulatório. De fato, pela modelagem que a agência reguladora utiliza para o setor, uma empresa que opera de acordo com seus parâmetros deveria ter um ROIC (Retorno sobre Capital Investido, uma métrica de rentabilidade) próximo ao WACC, ou um ROE (Retorno sobre ganho, outra métrica para rentabilidade) próximo ao custo de capital próprio – ou seja, deveria somente remunerar o acionista pelo risco.

Em relação à simulação realizada sem a Eletrobras (ELET3/ELET6), entendemos que esta demonstra que a companhia, a despeito de sua melhor eficiência nos últimos anos, ainda enfrenta mais dificuldades do que seus concorrentes privados em um ambiente competitivo. Nesse contexto, ressaltamos o impacto positivo que a privatização terá na companhia, ainda para o médio prazo.

A despeito dos resultados positivos encontrados, entendemos que a conclusão da notícias veiculadas sobre o estudo em relação ao WACC estar em seu patamar ótimo pode estar incompleta, uma vez que a modelagem da Aneel contempla também a possibilidade de a empresa apresentar desempenho mais ou menos elevado, de acordo com sua eficiência. Em outras palavras, a empresa poderia gerar resultados maiores ou menores de acordo com seu desempenho individual, com o modelo funcionando desta forma com o intuito de estimulá-la a performar e depois repassar esses ganhos aos consumidores ao longo do tempo.


Quer conhecer mais a Levante?

A Levante está aqui para empoderar você na construção do seu patrimônio e na realização dos seus maiores sonhos. O foco é ajudar a investir de forma eficiente e descomplicada, bem longe das armadilhas tão comuns do mercado financeiro.

Por isso, os especialistas da Levante trabalham duro para escolher as melhores ideias de investimentos para facilitar a realização dos seus sonhos.

Conheça as principais Assinaturas da Levante, por aqui.


Veja mais:

Agenda de Dividendos: Mês de Dezembro. Confira o relatório gratuito, por aqui.

O que fazer para não perder dinheiro na bolsa. Confira o relatório gratuito, por aqui.

Vale a pena investir nas ações da Via (VIIA3)? Confira o relatório, por aqui.

Levante

Levante

A Levante Ideias de Investimentos é uma casa de análises que ajuda pessoas a investirem de forma eficiente e descomplicada, bem longe das armadilhas tão comuns do mercado financeiro. Conheça os conteúdos da casa de análise em www.levanteideias.com.br

Publicidade

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Não vá embora ainda!

Conheça nosso Clube exclusivo e gratuito

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.