Publicidade
Publicidade
Publicidade

Entenda a história das ações do Mercado Livre na bolsa

Data da publicação

Categoria

A Red Ventures é uma multinacional que atua no Brasil no mercado financeiro de forma abrangente, hoje é composta por 4 principais Startups atuando em diversos negócios: Azulis (marketplace de maquininhas de cartões para o microempreendedor), Onze (Previdência Privada como benefício para funcionários), Capital Research (Investimento na bolsa) e IQ (Cartão de crédito)

Categoria

Data da publicação

Como o crescimento e ascensão da empresa Mercado Livre a tornou atraente para investimento em suas ações na bolsa de valores.

Escrito por Vanessa Cimino

MELI34 é assim que o Mercado Livre é denominado no mercado de ações. Segundo a plataforma Economatica, o ticker MELI34 é a 3ª ação que mais se valorizou neste ano, com alta de 149,81%. Em 27 de novembro de 2020, foi consultado tanto o preço de compra quanto o de venda das ações do Mercado LIvre: Compra/Venda: 1474,00/1520,00 (Moeda em USD), na Nasdaq (EUA). 

Publicidade

R$313 bilhões: esse é o valor de mercado, conferido ao Mercado Livre a colocação de maior empresa e-commerce da América Latina. Desde 1999 com presença na Internet, a companhia argentina ‘Mercado Libre’ iniciou suas operações como um site de leilões. 

Faz parte do setor de varejo, com capital aberto e, presente na bolsa de valores brasileira e Nasdaq (Associação Nacional de Corretores de Títulos de Cotações Automáticas), bolsa que reúne empresas de alta tecnologia em informática, telecomunicações, eletrônica e biotecnologia. Mas, sua presença e operações vão além de nossa nação, ocorrem em 18 países, que são: Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, México, Honduras, Nicarágua, República Dominicana e Venezuela.

Como se conhece o Mercado Livre hoje foi fruto de adaptação às novas necessidades do mercado de vendas online até chegar nessa plataforma, a qual o cliente consegue encontrar desde roupas até imóveis (produtos novos e usados).

A plataforma de e-commerce promove, tanto para pessoas quanto para empresas, a venda, a compra, opções de pagamento de anúncios de produtos através da internet. São mais de 60 milhões e ofertas.

A trajetória e importância do Mercado Livre em seu nicho de atuação e a valorização de suas ações na bolsa de valores

A importância e o tipo de modelo de negócio do Mercado Livre (ML) é o que confere relevância e prestígio dentro do mercado de ações. O site foi fundado em 1999, pelo empresário Marcos Galperín, na Argentina e, foi quem montou uma equipe de profissionais para que o ele fosse criado. No mesmo ano, já iniciou seu funcionamento no Uruguai, México e aqui, no Brasil. Em 2000, incorporou: Equador, Chile, Venezuela e Colômbia.

Tão logo após sua criação e presença em vários países, o ML recebeu mais de US$46 milhões de investimento de diversos grupos financeiros, que foram adicionados aos US$7,6 milhões já conquistados para a sua abertura.

Com o crescimento aparente, em 2001, a empresa americana de comércio eletrônico eBay adquiriu parte do ML, se tornando parceira da companhia por cinco anos.

Publicidade

Em 2002, foi lançado o Mercado Pago: ferramenta de pagamento tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas, promovendo a comercialização dentro do e-commerce. Com esse crescimento, rápido e ascendente foi que, em 2007, a empresa abriu capital na Nasdaq, bolsa de valores dos Estados Unidos, se tornando a única empresa de tecnologia da Argentina listada, com um valor de transação maior que toda a bolsa de Buenos Aires.

A fim de intensificar as vendas, em 2013 o serviço de administração de envios próprio, o Mercado Livre Envios foi anunciado, trazendo ainda mais autonomia para o e-commerce. Hoje em dia, além desse serviço, outros agregam mais segurança a plataforma.

Mercado Pago, Mercado Crédito, Mercado Livre Publicidade, Mercado Shops (criação de loja online com domínio próprio), cartão Mercado Livre (solicitação 100% online, com cadastro e aprovação, sem cobrança de envio e sem anuidade), além de outras ferramentas criadas com a finalidade de facilitar os trâmites de vendas.

E em 2020, apesar de concorrência de outras plataformas de vendas online, o ML alcançou um valor de mercado US$ 37,8 bilhões, superior a quatro bancos brasileiros: Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Santander e Bradesco.

As ações do Mercado Livre causam atração aos investidores

O ticker do ML (MELI34) é negociado na Nasdaq. As operações ocorrem em plataformas de acesso online, o que simplifica a realização de investimentos e aumenta a segurança para os investidores. Para adquirir ações do ML, o investidor brasileiro tem algumas opções disponíveis e, seu valor de mercado é de: US$37,8 bilhões.

Nem é necessário dizer que o ML é líder no setor de varejo dentro da América Latina, com operações em mais de 18 países e mais de 60 milhões de ofertas de produtos, automóveis e serviços. Esse é o resultado de suas estratégias refletidas em seu faturamento líquido e volume de vendas, agradando assim, seus investidores.

Autor

A Red Ventures é uma multinacional que atua no Brasil no mercado financeiro de forma abrangente, hoje é composta por 4 principais Startups atuando em diversos negócios: Azulis (marketplace de maquininhas de cartões para o microempreendedor), Onze (Previdência Privada como benefício para funcionários), Capital Research (Investimento na bolsa) e IQ (Cartão de crédito)

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade
Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.