ENGIE BRASIL (EGIE3) enxerga espaço para ampliar seu portfólio no Nordeste

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Ativa

A Engie Brasil Energia (EBE) enxerga espaço para ampliar seu portfólio de geração de energia eólica em 500 megawatts (MW) a cada ano no Brasil.

Tomando como base o rápido desenvolvimento de seus projetos ao longo dos últimos anos, a empresa iniciou a busca por oportunidades para novos empreendimentos, com foco no Nordeste. Segundo o presidente da cia, Eduardo Sattamini, a região possui qualidade de ventos muito superior ao de outras.

De acordo com o executivo, a companhia tem hoje apenas 900 MW de capacidade eólica ainda a desenvolver no país; sem levar em consideração o conjunto eólico Campo Largo 2, na Bahia, que deve entrar em operação comercial neste mês.

Este cálculo também desconsidera o projeto Santo Agostinho, no Rio Grande do Norte, cujo desenvolvimento foi iniciado na semana passada; quando a companhia fechou um contrato com a Siemens Gamesa para o fornecimento dos aerogeradores para o complexo.

Apesar dos avanços recentes nos projetos eólicos, Sattamini destaca que a previsão de fim de subsídios a fontes renováveis no Brasil vem provocando uma corrida no mercado nacional por aerogeradores, o que tem feito o preço dos equipamentos subir.

De acordo com o executivo, também há espaço para que o portfólio da companhia em geração solar cresça até 1 gigawatt (GW) por ano no país.

Impacto: Positivo. O desenvolvimento de fontes de energia renováveis está se tornando uma tendência cada vez mais frequente ao redor do globo. Acreditamos que esta seja ainda mais impulsionada à medida que Joe Biden de início a sua agenda; favorecendo empresas que atuam desta forma, como a Engie. No Brasil, o fim dos subsídios para fontes de energia renovável, que está previsto para ocorrer, também vem contribuindo para fomentar uma corrida por aerogeradores.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos