Empresas reforçam pedido para ampliação do tempo de abertura dos Shoppings

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Varejo

Setor do Varejo: Nesta semana, através de um seminário virtual, os empresários do setor de Varejo reforçaram seu pedido de ampliação do tempo de abertura dos shoppings em São Paulo, de quatro para seis horas.

A ideia é que a cidade avance, neste quesito, para a segunda fase de reabertura, chamada de amarela, ou então que a própria fase laranja tenha uma mudança de regras.

Os empresários ainda pediram que algumas medidas fossem tomadas por parte do governo, para que aglomerações no varejo de rua sejam controladas.

O pedido de ampliação do tempo de abertura vem do temor dos varejistas de que a concentração de pessoas em pouco tempo de operação dos shoppings e a grande circulação de compradores em áreas de comércio popular possam fazer com que a cidade saia da fase laranja e caia para a vermelha, levando o varejo a fechar as portas novamente.

De acordo com Jose Isaac Peres, presidente da Multiplan, quatro horas de abertura não conseguem pagar o custo da operação. Como os shoppings são uma área de convivência, fica difícil operar com restrições às áreas de alimentação e entretenimento.

O executivo ainda criticou prefeitos e governadores por fecharem o comércio mesmo em locais onde o nível de contaminação ou de mortes não é tão alto.

Segundo Guide Investimentos

Impacto: Positivo. Caso o tempo de abertura dos shoppings seja ampliado, varejistas conseguirão atender a um maior número de pessoas e ainda causarão menores aglomerações, visto que as duas horas adicionais poderiam levar os clientes a se espaçarem mais.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.