Empresário industrial volta a demonstrar confiança em agosto, diz CNI

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Depois de quatro meses de pessimismo, o industrial brasileiro voltou a ficar confiante em agosto. O otimismo, no entanto, se refere às expectativas para os próximos meses – em relação à situação atual, o empresário continua descrente.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quarta-feira, alcançou 57 pontos em agosto, uma alta de 9,6 pontos em relação a julho. Pela metodologia da pesquisa, números acima de 50 pontos indicam confiança.

“Há uma grande expectativa porque começaram a suspender as medidas de restrição à circulação de pessoas. O empresário está sentindo o crescimento da demanda. Não voltou à situação que estava antes da crise, mas a percepção é que o pior já passou”, explica o gerente executivo de Economia da CNI, Renato da Fonseca.

Depois de começar o ano em alta (65,3 pontos em janeiro), a confiança foi fortemente afetada pela pandemia do coronavírus, caindo a 34,5 pontos em abril.

A avaliação do empresário em relação à situação econômica atual continua negativa, com índice em 46,9 pontos. Em relação à economia brasileira, o indicador está em 41,3 pontos. Já a confiança na própria empresa nas condições atuais está em 49,7 pontos.

Para os próximos meses, a expectativa é positiva, 62,1 pontos. Em relação à economia brasileira nos próximos seis meses, o indicador está em 57,4 pontos. Já a confiança na própria empresa nos próximos seis meses ficou em 64,5 pontos.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos