PETROBRAS (PETR4) – Recorde de produção em diesel

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A empresa informou que bateu recordes na produção de Diesel S-10 (com baixo teor de enxofre) pelo terceiro mês seguido. O volume produzido pelas refinarias em agosto foi de 1,84 milhão de m³ deste produto, 1,7% maior que em agosto e 15,0% acima daquele verificado em junho.

A Petrobras, no mesmo comunicado, destacou o bom desempenho operacional da Refinaria Henrique Lage (Revap), localizada em São José dos Campos – SP. Esta refinaria obteve um recorde na produção de Diesel S-10 em agosto (203,5 mil m³), um volume 10,0% maior que o pico atingido em março/20. Em agosto, a mesma refinaria obteve recorde na comercialização de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), quando vendeu 80,2 mil toneladas do produto, volume 5,9% maior que o pico anterior ocorrido em maio/20.

Estas são boas notícias para a Petrobras, indicando o retorno do crescimento na demanda de dois produtos importantes para a empresa; cuja venda somada no ano passado foi responsável por 48,5% da receita obtida no mercado interno. Destacando que somente o diesel, respondeu por 41,1% da receita em 2019.

No 2T20, a forte retração na demanda por combustíveis, com as medidas de afastamento social para combater a pandemia, levaram a uma expressiva redução nas vendas de derivados no mercado interno, que foram compensadas pela elevação das exportações. O volume total vendido no Brasil caiu 15,4% em relação ao 2T19 pela razão já destacada. Porém, a Petrobras conseguiu mais que compensar isso com um aumento de 61,7% no volume exportado.

Nossa recomendação para PETR4 é de Compra com Preço Justo de R$ 26,00 (potencial de alta em 14%). Nos últimos doze meses, esta ação caiu 13,9% e o Ibovespa apresentou uma desvalorização no período de apenas 1,8%. A cotação de PETR4 no último pregão (R$ 22,73) estava 27,2% abaixo da máxima alcançada neste ano e 109,5% acima da mínima.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.