PETROBRAS (PETR4) – Andamento do processo de venda das refinarias

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

A empresa detalhou, em cinco pontos, a situação dos negócios para venda do lote inicial de oito refinarias, mostrando duas operações bem avançadas e as outras podendo ter o comprador definido ainda no primeiro semestre do ano.

O encaminhamento da venda destas refinarias é uma notícia positiva para a Petrobras; que deve receber um montante bastante elevado de recursos, permitindo uma expressiva redução do endividamento.

Os principais pontos informados pela Petrobras são os seguintes:

1 – Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP) no Rio Grande do Sul: A empresa já recebeu uma proposta vinculante e está em negociações com a Ultrapar. A própria Ultrapar emitiu comunicado confirmando que sua proposta foi aprovada pela Petrobras e foi iniciado o processo de negociações dos termos do contrato de compra e venda;

2 – Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR) no Paraná: A Petrobras recebeu propostas vinculantes para venda desta refinaria, que estão sendo analisadas;

3 – Refinaria Landulpho Alves (RLAM) na Bahia: A Petrobras está esperando as ofertas finais dos outros participantes do processo; tendo como base as negociações com a Mubadala Investment Company;

4 – Refinaria Isaac Sabbá (REMAN) no Amazonas, Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR) no Ceará e Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) no Paraná: As propostas vinculantes estão em negociação;

5 – Refinarias Abreu e Lima (RNEST) em Pernambuco e Refinaria Gabriel Passos (REGAP) em Minas Gerais: As propostas vinculantes devem ser recebidas ainda no 1T21.

Vale destacar que o segmento de refino da Petrobras apresenta margens muito menores que da atividade de Exploração & Produção. Como exemplo, temos os primeiros nove meses de 2019, um período positivo para este segmento, no qual sua margem EBITDA ajustada foi de 6,8%, enquanto este número consolidado ficou em 42,1%. Nos 9M20, a situação foi ainda pior, com a margem EBITDA ajustada do refino em 3,3% e a consolidada de 48,7%.

Nos últimos doze meses, as ações preferenciais da Petrobras caíram 3,9%, enquanto o Ibovespa teve uma valorização de 1,8%. A cotação de PETR4 no último pregão (R$ 28,69) estava 9,7% abaixo da máxima alcançada em doze meses e 164,4% acima da mínima deste período.

GUIDE INVESTIMENTOS: PETROBRAS (PETR4) está em negociação com a Ultrapar para venda da Refap

A Petrobras divulgou ao mercado que abriu a fase de negociação com a Ultrapar para a venda de refinaria Alberto Pasqualini (Refap), localizada no Rio Grande do Sul.

A empresa publicou uma nota atualizando o mercado sobre o seu processo de desinvestimentos no refino.

Nesta, a estatal colocou que recebeu uma proposta vinculante para a venda da Refap e também que está em fase de negociações com a Ultrapar.

Com relação ao processo de alienação da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), a companhia divulgou que ainda está analisando as propostas vinculantes recebidas.

E por fim, anunciou estar aguardando ofertas inicias relacionadas ao processo de desinvestimento da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia. Impacto: Positivo. A companhia segue dando sequência ao seu processo de desinvestimento de ativos que não são estratégicos em sua operação. A estatal se comprometeu com o Cade, a vender 13 refinarias, ou metade de sua capacidade instalada, até o final de 2021.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos