CCR SA (CCRO3) – Emissão de debêntures

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A empresa informou que seu Conselho de Administração aprovou a décima quarta emissão de debêntures no valor de R$ 960 milhões. Serão emitidas duas séries, a primeira com vencimento em seis anos e a segunda vencendo em oito anos.

A empresa não informou mais detalhes sobre a emissão. A CCR normalmente se financia com debêntures, sendo, portanto, é normal a gestão da dívida feita com novas emissões deste tipo de título. Ao final do 3T20, 63,7% do endividamento da empresa era constituído por debêntures.

No 3T20, o endividamento líquido da CCR (IFRS) somou R$ 13,9 bilhões, valor que caiu 3,4% no trimestre, mas aumentou 6,1% em doze meses. A relação Dívida Líquida/EBITDA IFRS foi de 2,7x no 3T20, vindo de um número igual no trimestre anterior e 2,3x no 3T19. Ainda em 2020, a CCR terá de amortizar R$ 2,4 bilhões e mais R$ 3,6 bilhões em 2021.

Nossa recomendação para as ações da CCR é de Compra com Preço Justo de R$ 17,50 (potencial de alta em 39%). Nos últimos doze meses, CCRO3 caiu 24,0% e o Ibovespa teve uma desvalorização de 0,1%. A cotação de CCRO3 no último pregão (R$ 12,62) estava 34,7% abaixo da máxima alcançada em 2020 e 44,7% acima da mínima.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email