Publicidade

AUM e captação líquida de gestoras de fundos 555 em out 2021

Data da publicação

A Economatica é referência no desenvolvimento de sistemas para análise de investimentos. Desde sua fundação em 1986, a empresa mantém 100% de seu foco na coleta e gerenciamento de bases de dados de altíssima confiabilidade, bem como no desenvolvimento contínuo de ferramentas de análise de alta performance.

Data da publicação

Caso não esteja visualizando a mensagem corretamente acesse aqui.
      economatica                
AUM e captação líquida de gestoras de fundos 555 em outubro de 2021: os fundos de renda fixa registaram captação líquida de R$ 12,7 bilhões, enquanto os fundos de ações tiveram resgates de R$ 3,5 bilhões. AUM de fundos 555 recuou 0,6% em outubro.       Conheça a nova ferramenta da Economatica que permite calcular a captação líquida e o AUM das gestoras e da indústria de fundos, sem dupla contagem.

– Quais as maiores gestoras por captação líquida entre fundos 555?

– Quais as gestoras que tiveram captação líquida positiva em todos os meses de 2021?

– Quais as gestoras que mais captaram?

– Como fazer esse cálculo sem a dupla contagem de fundos da mesma gestora?

Veja neste relatório a análise efetuada pela Economatica sobre os gestores com maiores volumes de captação líquida em outubro de 2021 e o ranking por AUM.

Um dos grandes desafios dos analistas é o de calcular a captação, o resgate total, a captação líquida ou o patrimônio das gestoras desconsiderando a dupla contagem dos fundos da própria gestora com uma metodologia clara e aceitável.

Pensando nisso, a Economatica desenvolveu uma ferramenta que permite o cálculo de qualquer uma dessas métricas sem a dupla contagem, descartando os fundos da mesma gestora.
              A metodologia:         Para todos os fundos 555, determinamos o percentual que é alocado em fundos da mesma gestora com base nas carteiras publicadas pelas gestoras na CVM. Este percentual é multiplicado pelo valor captado pelo fundo e, então, a parcela que é do mesmo gestor é descartada do total captado.

Exemplo:

O Fundo A da gestora W tem 40% alocado em fundos da gestora W.

O Fundo A captou R$ 100,00, porém, como 40% do PL do fundo está alocado em fundos da mesma gestora, o valor que foi efetivamente captado pelo Fundo A é de R$ 60,00, já que os outros R$ 40,00 estão considerados nos demais fundos da gestora.

Esta metodologia permite calcular a captação do fundo ou o AUM da gestora de forma mais precisa, já que minimizamos a dupla contagem gerada por fundos de uma mesma gestora. Para o cálculo do AUM seguimos a mesma metodologia.
              Resultado do levantamento:         Consideramos no levantamento a última posição das carteiras abertas de todos os fundos 555. A carteira aberta pode estar entre os meses de junho e setembro, dependendo da abertura e enquadramento na normativa da CVM que permite esconder as carteiras. Veja a regulamentação no link a seguir.

http://conteudo.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/oficios-circulares/sin/anexos/oc-sin-0310.pdf

Lembramos que a Economatica não consolida todas as empresas do grupo por se tratar de empresas com CNPJ diferentes, já que seguimos o cadastro dos fundos na base da CVM, onde é informado o gestor da carteira.

Temos grandes casas como a XP Inc., por exemplo, que tem diversas empresas abaixo do guarda-chuva da controladora, mas na análise cada uma das empresas está representada individualmente e se uma empresa X do grupo compra fundos da empresa Y do mesmo grupo a captação e o AUM de cada uma delas não é descontada, o que nos entrega o que efetivamente cada uma das empresas captou ou tem de AUM.

O relatório desconsidera os bancos de varejo (Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, ItauUnibanco e Santander) e foram excluídos também os fundos de previdência privada com gestão própria.

No final do relatório fazemos uma análise separada destes players.
              Maiores gestoras independentes por AUM         A lista traz as 25 gestoras independentes com maior AUM no mês de outubro de 2021.

O CSHG Wealth Management S.A. (com R$ 88,8 bilhões) é o maior entre os gestores independentes, seguido pelo Safra Asset Management Ltda (com R$ 85,4 bilhões). O BTG Pactual Wm Gestão de Recursos Ltda (com R$ 83,2 bilhões) é a terceira maior gestora por AUM.

Seis gestoras têm AUM entre R$ 50 e 100 bilhões, dez entre R$ 30 e R$ 50 bilhões, seis entre R$ 20 e R$ 30 bilhões e 28 entre R$ 10 e R$ 20 bilhões. Na tabela listamos somente três.
                    Maiores gestoras independentes por captação líquida em outubro de 2021         Na tabela a seguir nós listamos as 25 gestoras independentes com maior captação líquida no mês de outubro de 2021. A lista é liderada pelo Xp Investimentos Cctvm S.A. (com R$ 1,20 bilhão), seguida pela Banco BTG Pactual S/A. (com R$ 1,10 bilhão) e Turmalina Gestão e Administração de Recursos S.A. (com R$ 1,08 bilhão).

Quatro gestoras registram captação líquida em outubro, acima de R$ 1,0 bilhão, quatro delas têm captação líquida entre R$ 500 milhões e R$ 1 bilhão, e outras dezenove entre R$ 200 e R$ 500 milhões. Na tabela a seguir listamos somente dezessete gestoras da última faixa.

A amostra total conta com 762 gestoras.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de ações por AUM em outubro de 2021         A amostra é efetuada somente com fundos dentro da classe ANBIMA “Ações” e a tabela a seguir lista as 25 maiores gestoras, sem os maiores bancos de varejo e as fundações.

O BTG Pactual Wm Gestão de Recursos Ltda lidera (com R$ 40,0 bilhões), seguido pelo Opportunity Hdf Adm. de Rec. Ltda. (com R$ 21,8 bilhões) e pelo Dynamo Administração de Recursos Ltda (com R$ 15,7 bilhões).

Somente três gestores entre as 25 da lista tiveram crescimento de AUM no mês de outubro de 2021. A Western Asset Manag Comp Dtvm Ltda tem o maior crescimento percentual, com 3,99%, e o Ronaldo Cezar Coelho o maior recuo, com -18,18%.

A lista completa tem 428 gestoras. Oito gestoras têm AUM acima de R$ 10 bilhões e dezessete entre R$ 5 e R$ 10 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de ações por captação líquida em outubro de 2021         Dg Adm de Cart. de Val Mob Ltda é o gestor com maior volume de captação líquida em outubro de 2021 (com R$ 557,7 milhões). No ano de 2021, a gestora tem R$ 560 milhões, o mesmo montante em 12 meses.

A segunda com maior captação líquida é do Absoluto Partners Ges. Rec. Ltda. (com R$ 163,7 milhões), seguida pela Kapitalo Investimentos Ltda (com R$ 88,3 milhões) e pela Forpus Capital Ges. Rec. Ltda. (com R$ 87,9 milhões).

A lista completa tem 428 gestoras. Nove gestoras têm captação liquida em outubro entre R$ 50 e R$ 100 milhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos multimercados por AUM em outubro de 2021         A gestora de fundos multimercado com maior AUM em outubro de 2021 é a CSHG Wealth Management S.A. (com R$ 64,9 bilhões), valor que registra recuo de -1,2%% com relação ao mês de setembro. A segunda da lista é a Bw Gestão de Investimentos Ltda. (com R$ 49,5 bilhões), que é seguida pela Safra Asset Management Ltda. (com R$ 40,1 bilhões).

A lista completa tem 632 gestoras. Três gestoras têm AUM acima de R$ 40 bilhões, seis entre R$ 20 e R$ 40 bilhões e quinze gestoras entre R$ 10 e R$ 20 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos multimercados por captação líquida em outubro de 2021         A Xp Investimentos Cctvm S.A. (com R$ 1,20 bilhão) é a maior da lista, entre as 632 gestoras de fundos multimercados.

O Banco BTG Pactual S/A. (com R$ 1,10 bilhão) é a segunda maior gestora e a Daycoval Asset Manag Adm de Rec Ltda (com R$ 533 milhões) é a terceira.

Nove gestoras têm captação entre R$ 200 milhões e R$ 1 Bilhão.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de renda fixa por AUM em outubro de 2021         A amostra total tem 167 gestoras independentes com fundos de renda fixa. O BNP Paribas Asset Management Brasil Ltda tem o maior AUM em outubro de 2021 (com R$ 39,2 bilhões), houve recuo de -0,1% com relação ao mês de setembro de 2021. Em seguida está Conf Interestadual de Cooperativas, ligadas ao Sicredi (com R$ 34,7 bilhões) e o BTG Pactual Asset Management S/A Dtvm (com R$ 32,2 bilhões).

Doze gestoras têm AUM superior a R$ 10 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de renda fixa por captação líquida em outubro de 2021         O Schroder Invest Manag BR Ltda. (com R$ 725 milhões) tem a maior captação líquida em outubro de 2021, entre as 167 gestoras da amostra, seguido pela Safra Asset Management Ltda. (com R$ 639 milhões) e pela Oliveira Trust Servicer S/A (com R$ 602 milhões).

Vinte e uma gestoras têm captação líquida em outubro superior a R$ 100 milhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de previdência por AUM em outubro de 2021         A Verde Asset Management S.A. é a maior gestora independente entre as 193 da amostra, com AUM em outubro de R$ 13,8 bilhões. Ela teve uma queda de -4,8% com relação ao mês de setembro de 2021. A Verde Asset Management S.A. é seguida pela Turmalina Gest Adm de Rec S.A. (com R$ 13,0 bilhões), com crescimento de 7,2% em patrimônio com relação a setembro de 2021. A Kinea Inv. Ltda. é a terceira maior (com R$ 12,7 bilhões) e a Xp Vida e Previdência S.A. (com R$ 11,4 bilhões) e a Icatu Vanguarda Ges. Rec. Ltda fecha as gestoras com mais de R$ 10 bilhões de AUM em outubro. Todas as demais têm AUM inferior a R$ 10 bilhões.

Cinco gestoras têm AUM entre R$ 5 e R$ 10 bilhões, e treze entre R$ 2 e R$ 5 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de previdência por captação líquida em outubro de 2021         A Turmalina Gest Adm de Rec S.A. (com R$ 1,09 bilhão) é a gestora com maior volume de captação líquida no mês de outubro, entre as 193 gestoras, e é seguida pela Capitania S.A. (com R$ 668 milhões) e pela Absolute Gestao de Investimentos Ltda. (com R$ 658 milhões). A Kadima Gestão de Investimentos Ltda (com R$ 353 milhões) é a quarta da lista.

Onze gestoras têm captação líquida acima de R$ 100 milhões.
                    Grandes bancos de varejo e Fundações – Maiores por AUM         A BB Gestão de Recursos Dtvm S.A. é a maior entre as 28 gestoras da amostra (com R$ 1,286 trilhão) no mês de outubro de 2021, o que representa crescimento de 0,1% com relação ao mês de setembro de 2021, seguido pela BRAM DTVM (com R$ 523 bilhões) e pelo Itau Unibanco S.A. (com R$ 491 bilhões).

Dez gestoras têm AUM maior que R$ 100 bilhões.

A Funcef é a maior entre as fundações com gestão própria com R$ 62,5 bilhões, seguida pela Petros com R$ 37,5 bilhões e Fundação Cesp com R$ 33,5 bilhões.
                    Maiores bancos e fundações por captação líquida em outubro de 2021         Com R$ 8,19 bilhões de captação líquida no mês de outubro de 2021, o Itau Unibanco S.A. é a maior gestora da amostra, seguida pela Caixa Econômica Federal, com R$ 1,90 bilhão. Caixa Vida e Previdência e BB Gestão de Recursos têm a terceira e a quarta posições, respectivamente.

O Itaú DTVM tem o maior recuo no mês de outubro, com saída de R$ -2,56 bilhões, e a BRAM DTVM registra a segunda maior saída de recursos, com R$ -2,0 bilhões. No mês de outubro, quinze gestoras têm captação líquida negativa.
                    Indústria de fundos 555 consolidado         A tabela a seguir mostra o valor consolidado de toda a indústria de fundos 555. O levantamento foi efetuado desconsiderando o volume alocado por cada fundos em outros fundos, independentemente da gestora. Dessa maneira, conseguimos eliminar a dupla contagem entre todos os fundos 555 da indústria.

Fundos de ações – O AUM total dos fundos de ações em outubro de 2021 é de R$ 456,2 bilhões, valor -7,9% inferior ao do mês de setembro de 2021, sendo que os gestores independentes responderam por R$ 340,5 bilhões, valor este -8,8% inferior ao do mês de setembro de 2021, mas que representa 74,6% do total da classe fundos de ações. Os Bancos e fundações têm recuo de -5,2% entre setembro e outubro.

A captação líquida dos fundos de ações em outubro é negativa em R$ -3,53 bilhões, sendo que os gestores independentes perderam R$ -2,34 bilhões, que representam 66,4% do total.

No acumulado do ano com R$ 36,1 bilhões, e em 12 meses com R$ 40,0 bilhões, os gestores independentes têm captação líquida superior à dos grandes bancos de varejo e fundações.

Fundos Multimercados – O AUM total dos fundos multimercados em outubro de 2021 é de R$ 1,03 trilhão, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 667,9 bilhões, o que representa 65,0% da classe fundos multimercados.

A captação líquida em outubro dos fundos multimercados é negativa em R$ -4,88 bilhões sendo que os gestores independentes perderam R$ -3,10 bilhões, e os bancos e fundações tiveram saída de recursos de R$ -1,78 bilhão. Em 12 meses com R$ 56,6 bilhões, os gestores independentes têm captação líquida superior à dos grandes bancos. Os bancos e fundações têm R$ 51,3 bilhões de captação líquida em 12 meses.

Fundos Renda Fixa – O AUM total dos fundos de renda fixa em outubro de 2021 é de R$ 2,43 trilhões, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 381,6 bilhões, o que representa 15,6% da classe fundos renda fixa.

A captação líquida em outubro dos fundos de renda fixa é de R$ 12,8 bilhões, sendo que os gestores independentes captaram R$ 2,47 bilhões, o que representa 19,3% do total.

No acumulado do ano, com R$ 269,3 bilhões, os grandes bancos e fundações detém 82,4% da captação total dos fundos de renda fixa. Em 12 meses, a captação líquida dos grandes bancos e fundações é de R$ 288,4 bilhões, ou 81,3% do total.

Previdência – O AUM total dos fundos de previdência em outubro de 2021 é de R$ 927,8 bilhões, havendo recuo de -0,4% com relação ao mês de setembro de 2021. Os gestores independentes respondem por R$ 148,2 bilhões, o que representa 16,0% da classe fundos de previdência.

A captação líquida em outubro dos fundos de previdência é de R$ 1,29 bilhão, os grandes bancos e fundações têm captação líquida negativa de -R$ 1,22 bilhão e os gestores independentes captação positiva de R$ 2,52 bilhões.

No acumulado do ano, a captação líquida é de R$ 22,13 bilhões, com R$ 30,7 bilhões de captação líquida positiva dos gestores independentes e recuo de -R$ 8,60 bilhões dos grandes bancos e fundações.

Cambial – O AUM total dos fundos cambiais em outubro de 2021 é de R$ 7,60 bilhões, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 1,96 bilhão, o que representa 25,7% da classe fundos cambiais.

A captação líquida em outubro dos fundos cambiais é negativa em R$ 259,6 milhões, os gestores independentes têm recuo de R$ -73,9 milhões, e os grandes bancos e fundações recuo de -R$ 185,7 milhões.

Em 12 meses, com R$ 813 milhões ou 78,4%, os grandes bancos e fundações têm captação líquida superior à dos gestores independentes.

TOTAL DA INDÚSTRIA – O AUM dos fundos 555 no mês de outubro de 2021 é de R$ 4,86 trilhões, sendo que os gestores independentes respondem por 31,7% (com R$ 1,54 trilhão). O AUM da indústria de fundos 555 registra recuo de -0,6%, os bancos e fundações têm crescimento de 0,1% e os demais gestores recuo de -2,2%.

Em outubro, a captação líquida é de R$ 5,42 bilhões e os gestores independentes com recuo de R$ -525 milhões, com queda no total de -9,7%.

No ano de 2021, a captação líquida dos fundos 555 de R$ 493,5 bilhões e os grandes bancos e fundações têm captação líquida de R$ 326,4 bilhões, o que representa 66,1% do total.

Em 12 meses, os gestores independentes têm captação de R$ 197,9 bilhões, o que representa 33,9 % do total.
             
Caso deseje personalizar o estudo e seja usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail [email protected] para que possamos lhe auxiliar na elaboração do estudo. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.
                     

Autor

A Economatica é referência no desenvolvimento de sistemas para análise de investimentos. Desde sua fundação em 1986, a empresa mantém 100% de seu foco na coleta e gerenciamento de bases de dados de altíssima confiabilidade, bem como no desenvolvimento contínuo de ferramentas de análise de alta performance.

Informações + Recomendações de investimentos em um só lugar

Compartilhe esse post nas suas redes!

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

A conexão certa para seus investimentos

Diversas recomendações para você investir melhor!

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.