Publicidade
Publicidade

AUM e captação líquida de gestoras de fundos 555 em out 2021

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Caso não esteja visualizando a mensagem corretamente acesse aqui.
      economatica                
AUM e captação líquida de gestoras de fundos 555 em outubro de 2021: os fundos de renda fixa registaram captação líquida de R$ 12,7 bilhões, enquanto os fundos de ações tiveram resgates de R$ 3,5 bilhões. AUM de fundos 555 recuou 0,6% em outubro.       Conheça a nova ferramenta da Economatica que permite calcular a captação líquida e o AUM das gestoras e da indústria de fundos, sem dupla contagem.

– Quais as maiores gestoras por captação líquida entre fundos 555?

– Quais as gestoras que tiveram captação líquida positiva em todos os meses de 2021?

– Quais as gestoras que mais captaram?

– Como fazer esse cálculo sem a dupla contagem de fundos da mesma gestora?

Veja neste relatório a análise efetuada pela Economatica sobre os gestores com maiores volumes de captação líquida em outubro de 2021 e o ranking por AUM.

Um dos grandes desafios dos analistas é o de calcular a captação, o resgate total, a captação líquida ou o patrimônio das gestoras desconsiderando a dupla contagem dos fundos da própria gestora com uma metodologia clara e aceitável.

Pensando nisso, a Economatica desenvolveu uma ferramenta que permite o cálculo de qualquer uma dessas métricas sem a dupla contagem, descartando os fundos da mesma gestora.
              A metodologia:         Para todos os fundos 555, determinamos o percentual que é alocado em fundos da mesma gestora com base nas carteiras publicadas pelas gestoras na CVM. Este percentual é multiplicado pelo valor captado pelo fundo e, então, a parcela que é do mesmo gestor é descartada do total captado.

Exemplo:

O Fundo A da gestora W tem 40% alocado em fundos da gestora W.

O Fundo A captou R$ 100,00, porém, como 40% do PL do fundo está alocado em fundos da mesma gestora, o valor que foi efetivamente captado pelo Fundo A é de R$ 60,00, já que os outros R$ 40,00 estão considerados nos demais fundos da gestora.

Esta metodologia permite calcular a captação do fundo ou o AUM da gestora de forma mais precisa, já que minimizamos a dupla contagem gerada por fundos de uma mesma gestora. Para o cálculo do AUM seguimos a mesma metodologia.
              Resultado do levantamento:         Consideramos no levantamento a última posição das carteiras abertas de todos os fundos 555. A carteira aberta pode estar entre os meses de junho e setembro, dependendo da abertura e enquadramento na normativa da CVM que permite esconder as carteiras. Veja a regulamentação no link a seguir.

http://conteudo.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/oficios-circulares/sin/anexos/oc-sin-0310.pdf

Lembramos que a Economatica não consolida todas as empresas do grupo por se tratar de empresas com CNPJ diferentes, já que seguimos o cadastro dos fundos na base da CVM, onde é informado o gestor da carteira.

Temos grandes casas como a XP Inc., por exemplo, que tem diversas empresas abaixo do guarda-chuva da controladora, mas na análise cada uma das empresas está representada individualmente e se uma empresa X do grupo compra fundos da empresa Y do mesmo grupo a captação e o AUM de cada uma delas não é descontada, o que nos entrega o que efetivamente cada uma das empresas captou ou tem de AUM.

O relatório desconsidera os bancos de varejo (Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, ItauUnibanco e Santander) e foram excluídos também os fundos de previdência privada com gestão própria.

No final do relatório fazemos uma análise separada destes players.
              Maiores gestoras independentes por AUM         A lista traz as 25 gestoras independentes com maior AUM no mês de outubro de 2021.

O CSHG Wealth Management S.A. (com R$ 88,8 bilhões) é o maior entre os gestores independentes, seguido pelo Safra Asset Management Ltda (com R$ 85,4 bilhões). O BTG Pactual Wm Gestão de Recursos Ltda (com R$ 83,2 bilhões) é a terceira maior gestora por AUM.

Seis gestoras têm AUM entre R$ 50 e 100 bilhões, dez entre R$ 30 e R$ 50 bilhões, seis entre R$ 20 e R$ 30 bilhões e 28 entre R$ 10 e R$ 20 bilhões. Na tabela listamos somente três.
                    Maiores gestoras independentes por captação líquida em outubro de 2021         Na tabela a seguir nós listamos as 25 gestoras independentes com maior captação líquida no mês de outubro de 2021. A lista é liderada pelo Xp Investimentos Cctvm S.A. (com R$ 1,20 bilhão), seguida pela Banco BTG Pactual S/A. (com R$ 1,10 bilhão) e Turmalina Gestão e Administração de Recursos S.A. (com R$ 1,08 bilhão).

Quatro gestoras registram captação líquida em outubro, acima de R$ 1,0 bilhão, quatro delas têm captação líquida entre R$ 500 milhões e R$ 1 bilhão, e outras dezenove entre R$ 200 e R$ 500 milhões. Na tabela a seguir listamos somente dezessete gestoras da última faixa.

A amostra total conta com 762 gestoras.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de ações por AUM em outubro de 2021         A amostra é efetuada somente com fundos dentro da classe ANBIMA “Ações” e a tabela a seguir lista as 25 maiores gestoras, sem os maiores bancos de varejo e as fundações.

O BTG Pactual Wm Gestão de Recursos Ltda lidera (com R$ 40,0 bilhões), seguido pelo Opportunity Hdf Adm. de Rec. Ltda. (com R$ 21,8 bilhões) e pelo Dynamo Administração de Recursos Ltda (com R$ 15,7 bilhões).

Somente três gestores entre as 25 da lista tiveram crescimento de AUM no mês de outubro de 2021. A Western Asset Manag Comp Dtvm Ltda tem o maior crescimento percentual, com 3,99%, e o Ronaldo Cezar Coelho o maior recuo, com -18,18%.

A lista completa tem 428 gestoras. Oito gestoras têm AUM acima de R$ 10 bilhões e dezessete entre R$ 5 e R$ 10 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de ações por captação líquida em outubro de 2021         Dg Adm de Cart. de Val Mob Ltda é o gestor com maior volume de captação líquida em outubro de 2021 (com R$ 557,7 milhões). No ano de 2021, a gestora tem R$ 560 milhões, o mesmo montante em 12 meses.

A segunda com maior captação líquida é do Absoluto Partners Ges. Rec. Ltda. (com R$ 163,7 milhões), seguida pela Kapitalo Investimentos Ltda (com R$ 88,3 milhões) e pela Forpus Capital Ges. Rec. Ltda. (com R$ 87,9 milhões).

A lista completa tem 428 gestoras. Nove gestoras têm captação liquida em outubro entre R$ 50 e R$ 100 milhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos multimercados por AUM em outubro de 2021         A gestora de fundos multimercado com maior AUM em outubro de 2021 é a CSHG Wealth Management S.A. (com R$ 64,9 bilhões), valor que registra recuo de -1,2%% com relação ao mês de setembro. A segunda da lista é a Bw Gestão de Investimentos Ltda. (com R$ 49,5 bilhões), que é seguida pela Safra Asset Management Ltda. (com R$ 40,1 bilhões).

A lista completa tem 632 gestoras. Três gestoras têm AUM acima de R$ 40 bilhões, seis entre R$ 20 e R$ 40 bilhões e quinze gestoras entre R$ 10 e R$ 20 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos multimercados por captação líquida em outubro de 2021         A Xp Investimentos Cctvm S.A. (com R$ 1,20 bilhão) é a maior da lista, entre as 632 gestoras de fundos multimercados.

O Banco BTG Pactual S/A. (com R$ 1,10 bilhão) é a segunda maior gestora e a Daycoval Asset Manag Adm de Rec Ltda (com R$ 533 milhões) é a terceira.

Nove gestoras têm captação entre R$ 200 milhões e R$ 1 Bilhão.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de renda fixa por AUM em outubro de 2021         A amostra total tem 167 gestoras independentes com fundos de renda fixa. O BNP Paribas Asset Management Brasil Ltda tem o maior AUM em outubro de 2021 (com R$ 39,2 bilhões), houve recuo de -0,1% com relação ao mês de setembro de 2021. Em seguida está Conf Interestadual de Cooperativas, ligadas ao Sicredi (com R$ 34,7 bilhões) e o BTG Pactual Asset Management S/A Dtvm (com R$ 32,2 bilhões).

Doze gestoras têm AUM superior a R$ 10 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de renda fixa por captação líquida em outubro de 2021         O Schroder Invest Manag BR Ltda. (com R$ 725 milhões) tem a maior captação líquida em outubro de 2021, entre as 167 gestoras da amostra, seguido pela Safra Asset Management Ltda. (com R$ 639 milhões) e pela Oliveira Trust Servicer S/A (com R$ 602 milhões).

Vinte e uma gestoras têm captação líquida em outubro superior a R$ 100 milhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de previdência por AUM em outubro de 2021         A Verde Asset Management S.A. é a maior gestora independente entre as 193 da amostra, com AUM em outubro de R$ 13,8 bilhões. Ela teve uma queda de -4,8% com relação ao mês de setembro de 2021. A Verde Asset Management S.A. é seguida pela Turmalina Gest Adm de Rec S.A. (com R$ 13,0 bilhões), com crescimento de 7,2% em patrimônio com relação a setembro de 2021. A Kinea Inv. Ltda. é a terceira maior (com R$ 12,7 bilhões) e a Xp Vida e Previdência S.A. (com R$ 11,4 bilhões) e a Icatu Vanguarda Ges. Rec. Ltda fecha as gestoras com mais de R$ 10 bilhões de AUM em outubro. Todas as demais têm AUM inferior a R$ 10 bilhões.

Cinco gestoras têm AUM entre R$ 5 e R$ 10 bilhões, e treze entre R$ 2 e R$ 5 bilhões.
                    Maiores gestoras independentes de fundos de previdência por captação líquida em outubro de 2021         A Turmalina Gest Adm de Rec S.A. (com R$ 1,09 bilhão) é a gestora com maior volume de captação líquida no mês de outubro, entre as 193 gestoras, e é seguida pela Capitania S.A. (com R$ 668 milhões) e pela Absolute Gestao de Investimentos Ltda. (com R$ 658 milhões). A Kadima Gestão de Investimentos Ltda (com R$ 353 milhões) é a quarta da lista.

Onze gestoras têm captação líquida acima de R$ 100 milhões.
                    Grandes bancos de varejo e Fundações – Maiores por AUM         A BB Gestão de Recursos Dtvm S.A. é a maior entre as 28 gestoras da amostra (com R$ 1,286 trilhão) no mês de outubro de 2021, o que representa crescimento de 0,1% com relação ao mês de setembro de 2021, seguido pela BRAM DTVM (com R$ 523 bilhões) e pelo Itau Unibanco S.A. (com R$ 491 bilhões).

Dez gestoras têm AUM maior que R$ 100 bilhões.

A Funcef é a maior entre as fundações com gestão própria com R$ 62,5 bilhões, seguida pela Petros com R$ 37,5 bilhões e Fundação Cesp com R$ 33,5 bilhões.
                    Maiores bancos e fundações por captação líquida em outubro de 2021         Com R$ 8,19 bilhões de captação líquida no mês de outubro de 2021, o Itau Unibanco S.A. é a maior gestora da amostra, seguida pela Caixa Econômica Federal, com R$ 1,90 bilhão. Caixa Vida e Previdência e BB Gestão de Recursos têm a terceira e a quarta posições, respectivamente.

O Itaú DTVM tem o maior recuo no mês de outubro, com saída de R$ -2,56 bilhões, e a BRAM DTVM registra a segunda maior saída de recursos, com R$ -2,0 bilhões. No mês de outubro, quinze gestoras têm captação líquida negativa.
                    Indústria de fundos 555 consolidado         A tabela a seguir mostra o valor consolidado de toda a indústria de fundos 555. O levantamento foi efetuado desconsiderando o volume alocado por cada fundos em outros fundos, independentemente da gestora. Dessa maneira, conseguimos eliminar a dupla contagem entre todos os fundos 555 da indústria.

Fundos de ações – O AUM total dos fundos de ações em outubro de 2021 é de R$ 456,2 bilhões, valor -7,9% inferior ao do mês de setembro de 2021, sendo que os gestores independentes responderam por R$ 340,5 bilhões, valor este -8,8% inferior ao do mês de setembro de 2021, mas que representa 74,6% do total da classe fundos de ações. Os Bancos e fundações têm recuo de -5,2% entre setembro e outubro.

A captação líquida dos fundos de ações em outubro é negativa em R$ -3,53 bilhões, sendo que os gestores independentes perderam R$ -2,34 bilhões, que representam 66,4% do total.

No acumulado do ano com R$ 36,1 bilhões, e em 12 meses com R$ 40,0 bilhões, os gestores independentes têm captação líquida superior à dos grandes bancos de varejo e fundações.

Fundos Multimercados – O AUM total dos fundos multimercados em outubro de 2021 é de R$ 1,03 trilhão, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 667,9 bilhões, o que representa 65,0% da classe fundos multimercados.

A captação líquida em outubro dos fundos multimercados é negativa em R$ -4,88 bilhões sendo que os gestores independentes perderam R$ -3,10 bilhões, e os bancos e fundações tiveram saída de recursos de R$ -1,78 bilhão. Em 12 meses com R$ 56,6 bilhões, os gestores independentes têm captação líquida superior à dos grandes bancos. Os bancos e fundações têm R$ 51,3 bilhões de captação líquida em 12 meses.

Fundos Renda Fixa – O AUM total dos fundos de renda fixa em outubro de 2021 é de R$ 2,43 trilhões, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 381,6 bilhões, o que representa 15,6% da classe fundos renda fixa.

A captação líquida em outubro dos fundos de renda fixa é de R$ 12,8 bilhões, sendo que os gestores independentes captaram R$ 2,47 bilhões, o que representa 19,3% do total.

No acumulado do ano, com R$ 269,3 bilhões, os grandes bancos e fundações detém 82,4% da captação total dos fundos de renda fixa. Em 12 meses, a captação líquida dos grandes bancos e fundações é de R$ 288,4 bilhões, ou 81,3% do total.

Previdência – O AUM total dos fundos de previdência em outubro de 2021 é de R$ 927,8 bilhões, havendo recuo de -0,4% com relação ao mês de setembro de 2021. Os gestores independentes respondem por R$ 148,2 bilhões, o que representa 16,0% da classe fundos de previdência.

A captação líquida em outubro dos fundos de previdência é de R$ 1,29 bilhão, os grandes bancos e fundações têm captação líquida negativa de -R$ 1,22 bilhão e os gestores independentes captação positiva de R$ 2,52 bilhões.

No acumulado do ano, a captação líquida é de R$ 22,13 bilhões, com R$ 30,7 bilhões de captação líquida positiva dos gestores independentes e recuo de -R$ 8,60 bilhões dos grandes bancos e fundações.

Cambial – O AUM total dos fundos cambiais em outubro de 2021 é de R$ 7,60 bilhões, sendo que os gestores independentes respondem por R$ 1,96 bilhão, o que representa 25,7% da classe fundos cambiais.

A captação líquida em outubro dos fundos cambiais é negativa em R$ 259,6 milhões, os gestores independentes têm recuo de R$ -73,9 milhões, e os grandes bancos e fundações recuo de -R$ 185,7 milhões.

Em 12 meses, com R$ 813 milhões ou 78,4%, os grandes bancos e fundações têm captação líquida superior à dos gestores independentes.

TOTAL DA INDÚSTRIA – O AUM dos fundos 555 no mês de outubro de 2021 é de R$ 4,86 trilhões, sendo que os gestores independentes respondem por 31,7% (com R$ 1,54 trilhão). O AUM da indústria de fundos 555 registra recuo de -0,6%, os bancos e fundações têm crescimento de 0,1% e os demais gestores recuo de -2,2%.

Em outubro, a captação líquida é de R$ 5,42 bilhões e os gestores independentes com recuo de R$ -525 milhões, com queda no total de -9,7%.

No ano de 2021, a captação líquida dos fundos 555 de R$ 493,5 bilhões e os grandes bancos e fundações têm captação líquida de R$ 326,4 bilhões, o que representa 66,1% do total.

Em 12 meses, os gestores independentes têm captação de R$ 197,9 bilhões, o que representa 33,9 % do total.
             
Caso deseje personalizar o estudo e seja usuário da nossa solução, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 011 40813800 ou pelo e-mail [email protected] para que possamos lhe auxiliar na elaboração do estudo. Se ainda não for usuário da nossa plataforma solicite um trial.
                     
Economatica

Economatica

A Economatica é referência no desenvolvimento de sistemas para análise de investimentos. Desde sua fundação em 1986, a empresa mantém 100% de seu foco na coleta e gerenciamento de bases de dados de altíssima confiabilidade, bem como no desenvolvimento contínuo de ferramentas de análise de alta performance.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Acionista consome. Acionista investe.

Você como Acionista, consome da
empresa que investe?

Receba notícias pelo Telegram

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Parabéns!
Cupom de Desconto Descoberto!

Cupom: BEMVINDO10

Participe do Telegram Acionista!

Receba informações do mercado financeiro gratuitamente.

Não vá embora ainda!

Conheça nosso Clube exclusivo e gratuito

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.