Dono de food trucks espera volta de eventos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O empresário Celso Oliveira, de 45 anos, contava com os eventos corporativos, em que instalava food trucks de alimentação, para que a empresa crescesse em 2020. “Em um evento grande, como a CCXP (evento de cultura pop, que reúne fãs de quadrinhos e séries), chegávamos a ganhar R$ 120 mil.” Com as restrições impostas pela covid-19, porém, o faturamento caiu 90% no meio do ano e Oliveira precisou gastar parte das economias.

“Antes da pandemia trabalhava com quatro carros. Vendia de comida asiática a pratos regionais. Basicamente eram três funcionários em cada operação. Não conseguimos manter todos os funcionários e muitos acabaram dependendo do auxílio emergencial”, diz Oliveira.

Mesmo com os eventos não tendo sido retomados, ele viu que a demanda por comida aumentou e decidiu focar na fábrica de food trucks da família, a Bumerangue. Em um primeiro momento, com apenas serviços essenciais funcionando, um nicho de negócio que cresceu foi a instalação de carrinhos ao lado de supermercados e postos de combustíveis.

“Agora, com as pessoas querendo sair de casa, alguns ambulantes, meus clientes da fábrica, tiveram aumento de 300% no faturamento. Os eventos, meu principal campo de negócios, não devem voltar tão cedo, mas acabamos nos adaptando. A dúvida é como será 2021.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos