Publicidade
Publicidade
Publicidade

Dia Nacional de Mobilização terá atos em frente ao Ministério da Economia e BC

Data da publicação

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Data da publicação

O Dia Nacional de Mobilização dos servidores federais por reajuste salarial, marcado para 18 de janeiro, contará com atos públicos em frente ao Ministério da Economia e à sede do Banco Central, em Brasília.

Segundo o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), que organiza o movimento, o ato em frente ao BC está marcado para às 10 horas, enquanto, no ministério, irá acontecer às 14h, no Bloco P. Os pedidos de autorização para a realização da manifestação serão enviados ao Governo do Distrito Federal (GDF) nesta quarta-feira.

Publicidade

A paralisação faz parte de um calendário de mobilização aprovado em reunião no dia 29 de dezembro, no contexto de insatisfação do funcionalismo federal com o acolhimento, por parte do governo, dos interesses apenas da categoria de policiais em 2022.

Se não houver resposta pelo governo, a categoria planeja outras mobilizações nos dias 25 e 26 de janeiro. O calendário fecha na primeira semana de fevereiro, quando o Fonacate, que reúne 37 entidades associativas e sindicais, representando cerca de 200 mil servidores públicos, quer realizar novas assembleias para deliberar sobre uma greve geral.

“O convite será estendido a todas as entidades de classe do funcionalismo federal e respectivas bases”, diz o Fórum, em nota.

O Fonacate também informa que haverá uma nova reunião na próxima semana com interessados em compor uma comissão de mobilização para organizar o ato do dia 18 e os próximos. O Fórum também tentará alinhar ações conjuntas com o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).

Entrega de cargos

Insatisfeitos com o governo, mais de 1.200 auditores da Receita Federal já deixaram seus cargos, segundo o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). Além disso, mais de 150 auditores-fiscais do Trabalho já entregaram seus postos de chefia ou coordenação, conforme o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait).

No Banco Central, o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) informou que 1.200 funcionários sem cargos comissionados ou previstos para substituição já aderiram ao movimento – mais de um terço do total de servidores na ativa (3.500) -, se comprometendo a não assumir funções de comissão.

Na terça, começou a rodar dentro do órgão outra lista virtual para entrega de cargos comissionados e comprometimento dos substitutos de não assumirem as funções – cerca de 1.000 funcionários em cargos de chefia e outros 500 substitutos, segundo o sindicato. A entidade prevê divulgar um balanço com as adesões até o fim desta semana.

Autor

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.