Desemprego nos EUA cai, mas frustra com criação de vagas menor que a esperada

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Em meio aos impactos da segunda onda de covid-19, os Estados Unidos criaram 245 mil empregos em novembro, informou nesta sexta-feira, 4, o Departamento do Trabalho americano, em relatório conhecido como “payroll”. A leitura frustrou a mediana de 25 apostas consultadas pelo Projeções Broadcast, que era de geração de 450 mil novas vagas.

 

Por outro lado, a taxa de desemprego caiu de 6,9% em outubro para 6,7% no mês passado, para além da expectativa de baixa a 6,8%.

 

Já o salário médio por hora avançou 0,31% no mesmo intervalo e cresceu 4,38% em relação ao mesmo mês do ano passado.

 

A abertura de vagas e setembro e outubro foi revisada pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

 

De setembro, a revisão foi para cima: de 672 mil para 711 mil novos postos de trabalho. De outubro, para baixo: de 638 para 610 mil empregos.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos