Publicidade
Publicidade
Publicidade

Descomplicando Criptomoedas

Data da publicação

Administrador, Especialista em Investimentos Anbima- CEA®, colaborador e conselheiro no Portal Acionista.

Data da publicação

Nas últimas semanas, Bitcoins viraram pauta novamente após Elon Musk fazer declarações contra a moeda. Ainda existem diversas dúvidas sobre criptomoedas e por isso organizamos as principais dúvidas para você entender e poder tirar suas próprias conclusões.

O que são criptomoedas?

São moedas digitais que utilizam uma tecnologia que permite a negociação direta entre as partes, sem necessidade de, por exemplo, ter uma instituição financeira para realizar a compensação da transação. Essas, então, são criptografadas, o que a torna quase impossível falsificar ou gastar o dobro.

Você pode comprar uma por meio de uma corretora ou também pela mineração. Os “mineradores” são pessoas que tentam resolver problemas matemáticos que permitem a realização de blocos de operações.

Nesse vídeo da Necton você confere uma explicação detalhada sobre as criptomoedas:

Como funcionam os Bitcoins?

O Bitcoin é uma criptomoeda criada em 2009. Os mercados chamados de “trocas de Bitcoins” permitem que as pessoas comprem ou vendam Bitcoins usando moedas diferentes. O Bitcoin é a primeira criptomoeda criada, e possui uma estabilidade já no mercado. Sendo sempre um bom investimento. 

Para comprar um Bitcoin no Brasil, você pode fazer isso por meio de várias plataformas e sites de câmbio de criptomoedas. E usando uma variedade de métodos de pagamento diferentes. Para isso, basta criar uma conta, comprar uma carteira e, claro, pagar os impostos em dia. Um site com mais informações, por exemplo, é o Guia do Bitcoin.

Para investir na moeda é mais fácil do que parece. Hoje existem diversos especialistas na área. Se você tiver um capital guardado e deseja investir, procure por empresas que já atuam e você verá seu dinheiro render muito mais que o investimento inicial. 

Se você quiser comprar Bitcoin no Brasil, há uma grande variedade de opções disponíveis. Ambas as bolsas locais e internacionais permitem que usuários brasileiros comprem Bitcoin. As cinco maiores bolsas de criptografia brasileiras (NovaDAX,  BitcoinTrade, Mercado Bitcoin, Foxbit e BitCambio) têm um volume de transações diárias de mais de 8,3 milhões de reais. 

Quais são os outros tipos de moeda?

Existem diversas atuando hoje em dia, algumas além do Bitcoin são:

Ethereum: permite aos desenvolvedores criar aplicativos descentralizados;

Tether: principal diferença é se equiparar ao dólar;

Ripple: patenteada para pagamentos digitais;

Bitcoin Cash: nasceu de uma cisão do Bitcoin e sua diferença é permitir transações maiores;

Bitcoin SV: tem o objetivo de resgatar o protocolo original do Bitcoin;

Litecoin: busca fazer transações mais rápidas que o Bitcoin, por meio de um algoritmo de mineração. 

Como é a regulamentação no Brasil

A primeira regulamentação no país entrou em vigor no dia 1º de agosto de 2019. Segundo a normativa 1.888 da Receita Federal, toda corretora que trabalhe com a negociação de criptomoedas terá a obrigação de informar ao Fisco os dados de todas as transações de seus clientes.

Informações como o nome, valores, datas e taxas não poderão ser omitidas e, independentemente do valor negociado. Essa normativa é válida para pessoas jurídicas e pessoas físicas que movimentam mais de R$ 30 mil em criptomoedas num período de um mês.

Autor

Administrador, Especialista em Investimentos Anbima- CEA®, colaborador e conselheiro no Portal Acionista.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.