CVM julga diretor de companhia por prática de insider trading

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Processo analisava venda de ações da companhia de posse de informação privilegiada

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) julgou, em 16/6/2020, o Processo Administrativo Sancionador SEI 19957.005966/2016-38.

O processo foi instaurado pela Superintendência de Relações com Empresas (SEP) para apurar eventual responsabilidade Carlos Tavares D`Amaral, na qualidade de Diretor Administrativo da Cia. Hering, pela venda de ações ordinárias de emissão da companhia de posse de informação relevante ainda não divulgada ao mercado (informação privilegiada), prática conhecida como insider trading (infração ao art. 155, § 1º, da Lei 6.404/76, c/c o art. 13 da Instrução CVM 358).

 

Após analisar o caso e acompanhando o voto da Diretora Relatora Flávia Perlingeiro, o Colegiado da CVM decidiu, por unanimidade, absolver Carlos Tavares D´Amaral.

 

Detalhes do julgamento

Acesse o relatório e o voto da Diretora Relatora Flávia Perlingeiro. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.