Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mulheres em Ação

Cresce 60% o número de mulheres no mercado de tecnologia nos últimos 5 anos

Data da publicação

Referência no engajamento de empresas na promoção da equidade de gênero e empoderamento feminino. Atuamos em 3 dimensões: fomento, sistematização e disseminação de conhecimentos e práticas com o objetivo de acelerar o avanço da equidade de gênero nas empresas e nas suas cadeias de valor.

Data da publicação

A participação feminina no mercado de tecnologia cresceu 60% nos últimos cinco anos. É o que apontam os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Somente no último ano, o Banco Nacional de Empregos (BNE) identificou mais de 12,7 mil candidaturas de mulheres para vagas de tecnologia, contra 10.375 em 2020.

Mesmo ganhando cada vez mais espaço no setor, elas ainda precisam lidar com a disparidade salarial entre gêneros. Segundo a Pesquisa de Remuneração Total, realizada pela consultoria Mercer e divulgada pela Forbes, este mercado é o mais desigual entre mulheres e homens com relação aos rendimentos. A consultoria analisou 30 mil empresas no mundo inteiro, dentre as quais 759 no Brasil. De acordo com o levantamento, no nível de executivos de empresas de alta tecnologia a disparidade salarial chega a 36%. As discrepâncias se estendem para os níveis de gerência (7%) e operacionais (9%).

Dentro do recorte de raça, a situação é ainda mais alarmante. A pesquisa #QuemCodaBR, realizada pela organização social PretaLab, entrevistou entre 2018 e 2019, 693 pessoas em 21 estados e descobriu que mulheres negras são 15% das ingressantes e 32% das alunas de cursos de computação no Brasil.

Publicidade

Para mudar esse cenário, algumas empresas têm criado programas para atrair e capacitar essas profissionais. É o caso da Microsoft, associada do Movimento Mulher 360, que lançou, em 2020, o Black Women in Tech. Em sua terceira edição, a formação abrange desde o desenvolvimento de soft skills, proficiência em inglês, além de questões técnicas. Não é exigido experiência ou conhecimento em tecnologia, o que permite a transição de carreira de profissionais de outros setores. Ao final do curso, as formadas poderão, ainda, ser contratadas por indicações da empresa.

“Percebemos que as mulheres não recebem as mesmas oportunidades que os homens, e isso é algo que se acentua muito mais com as mulheres negras. Então nos perguntamos: ‘como a gente muda isso?’”, explica Alessandra Karine, vice-presidente de vendas do setor público e líder de Diversidade & Inclusão da Microsoft, sobre como surgiu a iniciativa.

Saiba mais: Conheça iniciativas que têm impulsionado mulheres negras a seguirem carreira em tecnologia

Baixe gratuitamente o e-book Como acelerar a atração e contratação de Mulheres STEM

Autor

Referência no engajamento de empresas na promoção da equidade de gênero e empoderamento feminino. Atuamos em 3 dimensões: fomento, sistematização e disseminação de conhecimentos e práticas com o objetivo de acelerar o avanço da equidade de gênero nas empresas e nas suas cadeias de valor.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Newsletter Mulheres em Ação

Cadastre-se e receba semanalmente as novidades da página e dicas de conteúdos exclusivos.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.