Correção: Preço do diesel no Brasil está entre os que mais subiram, diz estudo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

A matéria enviada anteriormente trazia incorreções no título. Segue a nova versão – o texto não sofreu alterações.

O Brasil foi um dos países onde o preço do óleo diesel nos postos mais subiu desde outubro do ano passado, ante outros seis grandes consumidores de combustíveis – Alemanha, Áustria, Dinamarca, EUA, França e Reino Unido. A liderança do ranking seria brasileira, não fossem os sucessivos reajustes na Alemanha desde o fim de 2020.

A informação faz parte de estudo do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, divulgado com exclusividade para o Estadão e para o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Segundo o documento, na 1ª semana deste mês, o diesel ficou mais caro em 6 dos 7 países analisados. A exceção foi o Reino Unido, que apresenta baixa volatilidade de preço. No Brasil, a alta foi de 2,48%, ante mesmo período em dezembro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos