Consumo em restaurantes cai 64% em abril ante abril de 2019, dizem Fipe e Alelo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O Índice de Consumo em Restaurantes (ICR), desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em parceria com a Alelo, recuou 64,0% em abril ante igual mês de 2019. No período, o indicador de consumo em supermercados (ICS) também teve queda, de 12,5%.

Na primeira quinzena do mês, o volume de transações em restaurantes teve queda de 67,7% e o valor das transações, de 56,7%. O número de estabelecimentos que registraram alguma transação no período caiu 40,5%. Todas as variações dizem respeito à comparação com a média das primeiras quinzenas de todos os meses de 2019.

No caso do consumo em supermercados, o volume de transações recuou 19,4% na primeira quinzena, enquanto o valor transacionado caiu 5,0% e o número de estabelecimentos que realizaram transações, 3,6%.

O ICS e o ICR são calculados a partir de dados diários de transações realizadas em estabelecimentos comerciais do País.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos